15 janeiro 2014

Resenha #25 - Querido John

|| ||


Ficha técnica...

Título: Querido John
Título original: Dear John
Autor: Nicholas Sparks

Editora Novo Conceito
223 páginas
Nota:**** (4/5)

Opinião da Lary...

Um livro emocionante que retrata um romance e uma relação familiar bem peculiar. John Tyree é um soldado norte americano, filho único criado pelo pai. John se alistou no exército pois achava que tinha que tomar rumo na vida, deixar de ser um garoto e se tornar um homem. Se alistando, teve que deixar todas as aventuras do passado e se tornar uma pessoa mais centrada e séria.

 "Encontrei gênios e idiotas, mas quando tudo foi dito e feito, fazíamos o que fazíamos um pelo outro. Por amizade. Não pelo país, por patriotismo ou porque somos máquinas programadas para matar, mas por causa do cara a seu lado."

Em sua primeira licença após se alistar, John vai visitar seu pai, que é colecionador de moedas, e acaba conhecendo Savannah, uma jovem universitária dona de um olhar sincero e se longos cabelos negros. Aos poucos, ambos vão se apaixonando, algo que acontece sem nenhuma razão e deixa ambos meio que assustados, pois eles sabem que John terá que voltar para a Alemanha, onde deve cumprir seus anos de alistamento.

"Em pouco tempo, sabia dizer quantas Saint-Gaudens águia dupla foram cunhadas em 1927 em comparação a 1924 e porque uma moeda de dez centavos Barber cunhada em Nova Orleans em 1895 valia dez vezes mais do qeu uma mesma moeda cunhada no mesmo ano na Filadélfia."
 No tempo que passam juntos, Savannah conta sobre seu curso sobre educação especial, voltado especialmente para crianças autistas e com síndrome de Asperger. Quando Savannah conhece o pai de John, deduz que ele seja portador da síndrome, graças a seus modos peculiares e metódicos. 
Alguns dias antes de John voltar para o exército, ela lhe presenteia com um livro que fala sobre pessoas autistas e com a síndrome de Asperger. John não interpreta bem e eles acabam brigando. mesmo assim, ele acaba lendo o livro e começa a entender um pouco melhor seu pai e aprende a respeitá-lo e amá-lo da forma como ele é, algo que ele nunca tinha conseguido.
"Meu pai era exatamente o que parecia ser, e de repente percebi o quanto o admirava por isso."
Mesmo distante de seu amor, John vai levando a vida no exército aguardando cada nova licença e o dia que terá cumprido seu dever e poderá voltar para a casa, poderá voltar para Savannah. Eles se correspondem e se falam por telefone diversas vezes, sempre fazendo promessas de ficarem juntos e declarações de amor. Alguns meses antes de John receber sua dispensa, ocorre o atentado do 11 de setembro. Assim como os outros de seu pelotão, John se realista, o que faz com que ele e Savannah se afastem.
"Embora soubesse que ela me amava e se importava comigo entendi que, ás vezes, nem mesmo amor e carinho são suficientes."
Após ele se realistar, seu pai adoece, o que o faz voltar para casa por um curto período, o que o impede de ficar junto dela. Ambos vão se afastando e ela termina com John, em uma carta de cortar o coração até do soldado mais durão.
"Meu primeiro instinto foi dar um soco na parede, mas em vez disso amassei a carta e joguei-a fora. Fiquei com muita raiva na hora, foi como se ela tivesse esmagado tudo que significava alguma coisa no mundo."
Querido John não é apenas um romance romântico entre dois jovens. Ele fala sobre a família e a importância dela, fala sobre amizade, sobre ajudar o próximo e sobre o verdadeiro significado do amor. Vale muito a pena ler esse livro e, no meu caso, reler. Como é do Nicholas Sparks, você tem que estar em um bom momento para ler, mesmo assim você irá chorar.

Então Amoras, é isso. Espero que gostem da resenha e que me desculpem pelos spoilers. Eu iria escrever muito mais mas não queria contar o livro todo para vocês. Quem já leu o livro? Gostou? Deixe sua opinião aqui, ela é muito importante para mim. As fotos que ilustraram o post eu peguei do meu Instagram e vocês podem perceber que eu não gosto de chocolate. Me acompanhem lá. Sempre comento sobre minhas leituras e sobre meu dia a dia. Curtam a pag do blog, compartilhem o post, votem na enquete, me amem. Até a próxima. Com carinho, Lary Zorzenone.

8 comentários:

  1. De todos os livros do Nicholas Sparks esse é o que eu tenho mais vontade de ler. Não li nenhum dele até hoje, mas assisti ao filme Querido John e gostei bastante. Já me disseram que o livro é melhor , então ...
    Otima resenha.

    Beeijos
    quenerdissealice.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéh
      O que eu considero melhor no livro do que no filme é o fato de no livro falar mais sobre a relação entre pai e filho. O filme foca muito no romance entre o John e a Savannah e acaba deixando outros relacionamentos de lado.
      Fico feliz que tenha gostado
      Beijos

      Excluir
    2. Pois é , eu gosto de livros que falam de família também. Quando puder vou dar uma oportunidade pra esse livro.

      Excluir
    3. Dê sim. Acho que você irá gostar ;)

      Excluir
  2. Nunca tive curiosidade de ler Querido John, ultimamente venho "correndo" de Nicholas Sparks pois tive uma experiência péssima com Um Porto Seguro. Adorei sua resenha Lary.
    Um super Beijo!!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra perder um pouco desse medo, tenta ler A última música. É lindo.
      Beijos

      Excluir
  3. Comprei, ele mais nem terminei de ler, acredita? mds kkk Mais vou ler, beijo

    proceed-continue.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos, normalmente nas quartas e domingos;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo