16 maio 2016

Minha experiência com o Bullet journal

|| || 12 comentários:
Conheci o método de organização bullet journal no início desse ano e ele logo me conquistou por sua praticidade e por ser totalmente personalizavel para aquilo que precisamos que ele seja no momento. 
Agora vou falar da minha experiência. Lembrando que não precisa ser assim pra todo mundo. É o que eu faço e vem funcionando.

Meu caderno

Bom, eu estou fazendo meu bullet journal em um caderno da marca Paulas Arteiras, sem pauta, em papel pólen. Ele tem duzentas páginas, o que eu acho um tanto bom. Como as folhas são grossinhas, nenhuma caneta sangra pro outro lado, o que ajuda muito.
Meu calendário. A folha, além de ter uma ótima textura e espessura, é amarelada :)

Como está sendo?

Eu amo a qualidade do papel, sua cor e textura. O meu problema tem sido com a falta de direcionamento pra escrever kkkk. Como não tem pautas ou quadrícula, descobri que tenho menos senso de direção do que imaginava. Acredito que o caderno sem pauta é ideal pra quem pretende desenhar bastante. Como eu não tenho esse dom, na próxima vou escolher outro miolo. Mesmo assim, em algumas coleções eu faço linhas a lápis e depois apago. Ajuda bastante.

Minhas coleções

Coleções no bujo são como páginas que você vai consultando e preenchendo ao longo do tempo.

Quais eu uso? 

Eu tenho uma página de estante de livros, onde escrevo o nome do livro e pinto quando o leio. Ela é ótima e ajuda muito quem lê bastante. 
Uma das minhas coleções favoritas
Tenho outra incrível que chama Level 10 life. Level 10 goals. Você divide a vida em 10 áreas e da notas para ela. Depois você estabelece metas para que todas as áreas alcancem nota 10.
Tenho ainda páginas de acompanhamento de filmes e séries.
Metas também são listadas em meu bujo.

Meus spreads diários

Minhas páginas diárias são praticamente listas de coisas a fazer. Anoto algumas coisas importantes que aconteceram no dia e gosto de fazer uma barra lateral pra compromissos da semana, ai vou distribuindo ao longo dos meus dias.
Exemplo de spreead diário. Esse foi da minha última semana. Delimitei. Ainda não sei se gostei ou não.

Como tem funcionado?

Bastante bem. Só não funcionou delimitar os dias no início da semana deixando pouco espaço. Acho que delimitar não me ajuda muito. Até agora tem sido melhor ir organizando o dia seguinte a noite, assim não sobra nem falta espaço.

Decorando

Eu não tenho dom pra desenhar, mas eu tento. Também uso alguns adesivos pequenos e washi tape só pra dar uma diferenciada. Gosto também de usar cores.
Exemplo de decoração com adesivos. Uma outra forma bastante legal de decorar o bujo são com as fontes para cabeçalhos

Recomendo decorar? 

Se você tem tempo, gosta de decorar e acha que fica lindo assim como eu acho, vale muito a pena. Fica fofo e diferente.

Outro exemplo de decoração. Esse bem mais simples, em um calendário mensal.

Eu poderia ficar aqui e falar muito mais sobre o bujo, mas vou deixar isso pra outra ocasião. Pretendo trazer mais posta falando sobre o Bullet journal. Gostariam de mais postagens assim? Eu sempre posto páginas do meu bujo lá no meu Instagram então acompanhem por lá. Se quiserem mais posts assim, comentem aqui em baixo.
Já conhecia o método? Tem alguma dúvida? Vou fazer o possível para tirar todas as dúvidas. Se aderirem ao método, não esqueçam de falar aqui ;)

08 maio 2016

Book Coffee Tag

|| || 2 comentários:
Olá. Vi essa tag no Blog Da Imaginação à escrita e adorei, apesar de não tomar café hehe. Venha conferir.

Café Preto: Uma série que foi difícil para você se envolver, mas que tenha fãs fervorosos
O Guia do mochileiro das galáxias. Ainda não consegui terminar essa leitura. Li os dois primeiros livros e gostei, mas demorei muito pra pegar o ritmo. 


Chocolate Quente : Um livro que as crianças adoram
Acredito que Percy Jackson se encaixe aqui. Eu adoro a série, e sei que muitas crianças e pré adolescentes também gostam bastante. Eu pretendo ler ela pro meu filho em breve. 


Dose Dupla de Expresso : Um livro que te deixou eletrizado do início ao fim
Linhagens é o tipo de livro que você não consegue parar de ler. Ele te prende e você chega a prender o fôlego. 


Starbucks : Um livro que você vê em todo lugar
A coroa. Eu também quero ele, mas já estou de saco cheio de ver a capa dele em todo lugar, até porque eu não gostei da capa. 


Que Café Moderno : Um livro de um autor independente
Bom, tenho parceria com vários autores independentes. Acho que infelizmente as editoras dão prioridade para livros internacionais e ai nossos autores tem que pagar para serem publicados. Vou citar Maze -  sem saída, Reencontro e Uma vida para sempre


Ops, eu acidentalmente peguei um café descafeinado: Um livro que você esperava mais da narrativa
O Diário De Johm Winchester. Eu amo Supernatural e adorei o livro, mas acho que eu esperava mais envolvimento, mais ação, mais coisas... 


A Mistura Perfeita : Um livro que foi ao mesmo tempo doce e amargo, mas que mesmo assim você tenha gostado
A Playlist De Hayden foi doce por tratar de forma tão linda a amizade, mas foi amargo por falar sobre suicídio. Mesmo assim eu amei e leria novamente com toda certeza. 


Bom, por hoje é isso. Sei que devia ter feito algo relacionado ao dia das mães e tal, mas não consegui pensar em nada bacana. Espero que gostem da tag e das indicações. Clicando nos links, você será redirecionado para as resenhas. Aproveite e descubra mais sobre esses livros maravilhosos. Beijos

04 maio 2016

Resenha #70 - O segredo dos elfos

|| || 2 comentários:
Livro cedido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são minhas e sinceras.
A cor de seus olhos define quem você é, suas habilidades, o seu destino.

Antes de ser incorporada em uma das frotas do reino de Alfheim, Anabel, uma jovem guerreira elfo, precisa passar por um teste e, ao fim deste, um portal mágico se abre, revelando uma maldição e uma espada lendária há muito tempo perdida. Com a guerra iminente contra os trolls, Anabel parte para o reino de Quimera, o reino dos homens. A guerreira precisa lidar com o ódio do rei de Alfheim e com o amor do príncipe. No entanto, tudo muda quando ela conhece um belo elfo com os cabelos cortados e olhos profundamente azuis-marinhos e a história da espada é desvendada, assim como a origem de Anabel, até então desconhecida. Perante a guerra, um novo vilão é revelado, alguém que faria qualquer coisa para mudar o destino de Anabel. A habilidosa guerreira precisa escolher entre a vida que conhece e a vida que poderia ter se decidisse ficar com o incrível elfo de olhos azuis.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo