23 fevereiro 2017

Resenha #81 - Tenebris

|| || 14 comentários:
E-book cedido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões presentes são minhas, sem interferência, na tentativa de mostrar a vocês o que senti ao longo da leitura. (A maior parte das fotos desse post são da autora Erika Gomes)
Lúcifer vem da palavra hebraica hêlîl, que quer dizer "estrela da manhã" "aquele que traz a aurora". Sendo um anjo de luz, responsável pelo despertar, o nascer do sol, não seria ele, após seculos da sua traição e rebelião, capaz de sentir falta de seu criador, sua essência, a razão real para sua existência?
Nos dias de hoje, Heylel, como é conhecido, divide o domínio de Sheol - inferno - com os anjos que com ele caíram, alguns assumindo a posição de liderança e outros somente servindo. Mas cansado da sua terrível existência ele vagava pela terra, desistindo assim do seu reinado e perdido em um conflito interno. Nessa caminhada, Heylel se depara com a jovem Anna, que resplandece como a luz do sol que ele tanto conheceu.
Sua luz preenche cada espaço vazio, lhe dando uma nova direção e despertando, no até então intocável, o amor. Desse sentimento arrebatador nasce aquela que mudará completamente a visão da humanidade.
Uma trama recheada de emoção, carregada de tensão, amores irreais, bruxas, anjos, demônios, guarda celestial, mas que acima de tudo, lhe fará pensar até que ponto a religiosidade pregada está certa?

21 fevereiro 2017

Resenha #80 - O retorno de Elizabeth Torny

|| || 6 comentários:

Livro cedido para resenha em parceria com a autora. As opiniões aqui presentes são todas minhas, sem interferências, na tentativa de  transmitir a vocês o que senti ao longo da leitura.

"Durante quinze anos os moradores cidade de Palmertorny, mas, com a chegada de uma bela jovem paranormal, esse segredo está ameaçado, e a punição pelo mal que causaram no passado está por vir. 
Envolvente e excitante, O Retorno de Elizabeth Torny traz uma história cheia de suspense e drama, mas com boas pitadas de humor e sem faltar um bom e atribulado romance. 
Com uma linguagem jovem e dinâmica, prende o leitor à história, trazendo-lhe sensações novas a cada capítulo. Diferentes culturas, opiniões conflitantes, crenças diversas: tudo isso acaba levando as pessoas para o inevitável “pré-conceito” daquilo que não conhecem. Um livro capaz de nos transportar para o sobrenatural, que aborda o tema polêmico da paranormalidade e nos faz refletir: Em que realmente acreditamos? Acordar de uma noite de pesadelo, pode significar vivê-los. Elizabeth Torny não nasceu assim, a tornaram assim. 
Dizem que o amor liberta-nos da dor, de toda mágoa e todo rancor, dizem... Elizabeth Torny, a chave entre a vida e a morte, o sonho e a realidade. Não procure saber da verdade."


19 fevereiro 2017

Mistery Box Papel na Caixa - Fevereiro 2017

|| || 28 comentários:
A caixa de janeiro veio toda trabalhada no verão. A de fevereiro veio toda inspirada no Carnaval. Foram 19 itens lindos e cheios de carinho que vieram pra alegrar meu mês. Leia até o final pra ter uma surpresa.

13 fevereiro 2017

Resenha #79 - Capuleto

|| || 20 comentários:

 Livro cedido para resenha em parceria com a autoraAs opiniões aqui presentes são todas minhas, sem interferências, na tentativa de  transmitir a vocês o que senti ao longo da leitura.
O despertar de um amor, um olhar, uma fagulha. Quem nunca viveu um amor impossível? Quem nunca quis superar as barreiras do tempo, do espaço, das conveniências e obrigações?Nessa história, Willian se apaixona por uma estrela distante, Julieta, que se torna a única estrela de seu céu. Esse amor o completa, mas o divide. Diversas situações afastam o casal: a guerra, os interesses familiares, as obrigações... Mas o amor resiste. Cada um partiu com um pedacinho do outro, e assim tentam cuidar de si e da lembrança dos breves momentos que compartilharam.A história de Julieta e Willian retrata o desejo de lutar, essa avalanche de sentimentos que chegam com o amor. Especialmente um amor tão puro quanto esse. Um amor do qual temos saudades.

12 fevereiro 2017

[TAG] Livros não lidos

|| || 20 comentários:
Vi essa Tag nn Blog A culpa é dos leitores. Como eu tenho vários livros não lidos, resolvi responder também. Espero que gostem. 

1- Livro não lido mais antigo da estante
Cem noites tapuias mas vou ler esse ano se tudo der certo.


2- Livro comprado por impulso
Canção de amor. Eu não saia que era série e ele é o sétimo livro. Alguém sabe se dá pra ler essa série fora de ordem?


3- Livro que ganhou e não estava na lista de desejados
Por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor? Eu até tenho interesse em ler ele, mas não por agora.


4- Livro que se arrependeu de ter comprado
Nenhum. Eu não tenho muitos livros que fui eu mesma que comprei e dos que tenho, tenho apenas 3 ainda não lidos, mas vou ler eles, eu sei disso.


5- Livro muito desejado, mas quando adquiriu, perdeu a vontade
Radiante e Luminoso. Quero o restante pra poder ler de uma vez.


6- Livro que tem vergonha de ainda não ter lido
O. Diário de Anne Frank. Ainda não me sinto pronta pra ler ele.


7- Quantidade de livros não lidos na estante
91 livros não lidos, físicos.


Espero que tenham gostado de conhecer um pouco da minha estante. caso queiram responder, fiquem a vontade. Lembrem apenas de dizer onde viram ;) Beijos e até a próxima.

10 fevereiro 2017

O que é Bullet Journal, como eu uso e porque?

|| || 18 comentários:
Um bullet journal é um caderno que você usa pra criar a sua agenda totalmente customizada. Ele tem intenção de acabar com os inúmeros papeis perdidos e poder colocar tudo de sua vida em um único lugar.
Essa não é a definição oficial, mas é assim que eu vejo o bujo. Eu já falei sobre minha experiência com o bujo e sobre minhas coleções. Hoje, vou falar como eu o uso e o porque de eu usar uma agenda de papel.

08 fevereiro 2017

Resenha #78 - Red

|| || 10 comentários:
Livro cedido para resenha em parceria com o autor. As opiniões aqui presentes são todas minhas, sem interferências, na tentativa de  transmitir a vocês o que senti ao longo da leitura.
Com um estilo despojado e humor peculiar, o autor nos traz alguns contos… Todos interligados pelo personagem central Francisco vermelho. A narrativa é empolgante e o texto varia entre o realismo e o improvável! “Red” e uma aventura pelo sub mundo. Becos, vielas, cortiços… botecos mal iluminados… Tudo regado a uísque vagabundo e romances desastrosos.

06 fevereiro 2017

[Relatos de uma mãe de primeira viagem] - Hora certa pra ser mãe

|| || 38 comentários:
Aqui vocês tem a mim, enorme, gravidíssima e a pessoa mais radiante do mundo. Eu não fazia ideia de como minha vida seria dali pra frente.
Ouvi muitas críticas logo que fiquei grávida. Eu tinha 20 anos. Não me achava nova. Eu já era "casada" (pra quem não sabe, eu moro junto com o pai do Miguel, mas não somos casados no papel) e tinha um bom relacionamento e, o mais importante, eu sentia falta de ter um filho. Eu queria um filho. Eu mal tinha entrado na faculdade, é verdade, mas eu me sentia pronta pra isso. 
O que quero dizer com isso é que não existe uma idade pré determinada pra que você se torne mãe, isso se esse for o seu desejo. Se você acha que a maternidade não é pra você, tô contigo. Também já pensei assim haha. Pode ser que você mude de ideia ou não. Não tem essa de que tem que esperar os trinta, quarenta ou sei lá quantos pra ser mãe. Tem que ser algo que você sinta que é a hora, o momento certo. 
Eu, Larissa, acredito que antes dos vinte ninguém deveria se tornar mãe. Não por questão de maturidade somente, mas também porque seu corpo ainda não está pronto pra isso. E geralmente sua mente também não. 
Aqui é onde entra o bom senso. Temos também que pensar na estrutura familiar que essa criança vai ter. Eu sei. Acabou ficando bem confuso. Eu só queria dizer com isso tudo que não deveríamos deixar as pressões externas comandarem nossas escolhas. Devemos refletir sobre o que queremos e pensar e aquele é o momento certo pra por em prática aquilo que queremos. Eu sei, acabo me enrolando mais e mais haha. O ponto principal aqui é que não existe uma idade certa pra ser mãe. Se for pra acontecer, tem que ser quando você se sentir preparada, e não quando alguém lhe disser que está na hora.


04 fevereiro 2017

Autoras parceiras: Judie Castilho e Natália Moreno

|| || 14 comentários:
Tenho muito orgulho  em apresentar mais duas parceiras do blog. Cada autor novo que reconhece meu trabalho é uma estrelinha que começa a brilhar na minha vida. Vamos conhecer mais duas estrelinhas?

02 fevereiro 2017

[Top 10] Melhores filmes que assisti em 2016

|| || 42 comentários:
Lembrando que esses filmes não foram necessariamente lançados em 2016, mas eu os assisti em 2016. E eles não é estão em ordem de preferência. Tá bem aleatório. Lembrem também que sou toda atrasada e tem muitos filmes bem antigos que nunca vi.

01 fevereiro 2017

Resenha #77 - Talismãs

|| || 24 comentários:
Livro cedido para resenha em parceria com a autora. As opiniões aqui presentes são todas minhas, sem interferências, na tentativa de  transmitir a vocês o que senti ao longo da leitura. Se você ainda não leu os outros livros, essa resenha pode conter spoilers. Indico que leia a resenha de Cisne e de Linhagens. como sei que vai se apaixonar, leia também a resenha conjunta dos dois spin-offs publicados até agora, Ruiva? e Guardião?
E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos?E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas?
A aventura dos Melbourne continua de forma avassaladora. Os conflitos se entrelaçam e emolduram um quadro muito maior, e muito, muito pior do que acreditávamos ser! Agora, mais do que nunca, um único erro pode levar todas as raças da Terra ao caos total. Nunca o destino exigiu tanto de nossos personagens. Perigos inimagináveis permeiam a escuridão do oceano, nossos mais profundos pensamentos não estão mais seguros. O bravo Cisne talvez não resista até o fim da jornada.Conflitos serão elevados a patamares que você nunca ousaria imaginar. Está preparado para experimentar o melhor que Eleonor Hertzog já apresentou?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo