29 dezembro 2017

Entendendo gêneros literários - Thriller psicológico

|| || 10 comentários:
Uma leitora linda pediu para que o gênero desse mês fosse esse ai do título e como eu sou um doce de pessoa, vou atender ao pedido dela. Isso pode ser uma surpresa para alguns de vocês, mas eu gosto muito de livros desse gênero. Adoro livros onde eu tenha que fazer um esforço para entender o que está acontecendo. E vamos lá.

23 dezembro 2017

Resenha #129 - É proibido Sorrir

|| || 12 comentários:
Livro recebido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são minhas, sem interferência, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Baingani vive há século num sistema, a Política Vermelha manda e ponto final. Mas embaixo da sua cidade, embaixo da Praça Vermelha que já viu tanto sangue, embaixo das pessoas que já ouviram tantos gritos de tortura, se encontram os túneis. Túneis tão secretos quanto seus donos e a origem das Políticas. E são nesses túneis que se encontram as respostas. É em cada símbolo azul, que se encontra a resistência que lutará pela liberdade.Em um mundo onde homens lideram, o que você fará? O que fará quando está confinado à uma Política Vermelha, onde o mais simples ato de sorrir é completamente proibido?

21 dezembro 2017

20 livros para ler em 2018

|| || 18 comentários:
O ano de 2017 ainda tá aqui reinando e queimando a gente vivo mesmo com esse calor da treva, mas só a promessa de que 2018 está chegando já deixa a gente tudo meio louco pra fazer metas, listas de leituras, analisar os melhores do ano e tudo isso ai que a gente sempre faz em dezembro. Eu não sou exceção a isso. E já pensando em 2018, fiz uma lista com 20 livros que quero ler em 2018. Eu pretendo ler mais que 20 livros, mas esses são os pra ter uma ideia do que ler e não ficar tão perdida. A ordem deles não necessariamente está escrita na ordem que vou realizar as leituras. Sem mais enrolação, vamos  lista.

20 dezembro 2017

Resenha #128 - Mariposa

|| || 6 comentários:
Livro recebido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são puramente minhas sem interferências, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Jogos de poder, política e corrupção se cruzam com uma história de amor. Um jovem senador, Nicolas, se vê rodeado de grandes mistérios a partir do momento em que uma estranha mulher invade sua casa e lhe dá pistas para incriminar seu rival político.Enquanto se envolve de forma apaixonante com esta mulher, de codinome Mariposa, Nicolas tenta desvendar os segredos de uma organização invisível aos olhos da sociedade, mas com grande poder de influência na política do país.

19 dezembro 2017

8 personagens fictícios que poderiam, facilmente, ser eu

|| || 8 comentários:
Sabe quando você lê um livro, vê um filme ou uma série e pensa: Esse personagem é tão eu. Então, isso acontece muito comigo. Mais frequente ainda é: Queria ser esse personagem. Mas isso, como de costume, é pauta pra outro post. Hoje vamos falar dos personagens que, por algum motivo, eu me identifico. Eu não quis me prender a personagens de livro porque ando vendo muitos filmes e séries e por lá também encontro personagens que me identifico.

17 dezembro 2017

[TAG] Ceia de Natal

|| || 16 comentários:
Vi no blog LiteraLeitura. Mais uma da seção que salvei desde o ano passado e vou responder agora. Eu achei bem bacana e espero que todos gostem.

15 dezembro 2017

[Vida de Leitor] Preguiça literária

|| || 22 comentários:
Que atire a primeira pedra o leitor que nunca ficou com aquela preguiça de pegar um livro pra ler e preferiu ficar jogando ou vendo séries/filmes. Acontece, gente. Todo mundo está sujeito a algo assim.
Esse ano eu comecei lendo muito. Tava num ritmo ótimo de leitora o que fui super incrível porque tinha alguns anos que eu não conseguia ler tanto. Estava super empolgada e lendo livros realmente bons. Até que lá pra outubro eu fui sugada por uma onda de preguicite e vicio em séries que me dominou.

13 dezembro 2017

Resenha #127 - A Escolhida

|| || 6 comentários:

Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais. Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir. Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?

11 dezembro 2017

Quatro motivos para ler Proibido e um para não ler

|| || 2 comentários:
Antes de mais nada tenho que dizer que Proibido foi um livro que desgraçou com a minha cabeça, me fez ficar em frangalhos, me fez chorar e até hoje aparece nos meus pensamentos do nada. Tenho também que dizer que eu gostei da história. Não sei se eu concordo com ela, mas acho importante existir esse tipo de livro sabe?
Anyway, vamos aos motivos para ler, ou não, Proibido.

09 dezembro 2017

Resenha #126 - Royal 47

|| || 4 comentários:
Livro cedido para resenha em parceria com o autor. Todas as opiniões qui presentes são minhas, sem interferência, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Nesta obra, Jim Carbonera mantém sua narrativa infame e vil dos livros anteriores. Nomeia cada capítulo como se estivesse homenageando-os e transforma Royal 47 em uma novela feroz e corrosiva.
Seu protagonista, Rino Caldarola, deixa de morar com os pais e muda-se para um ambiente conturbado e efervescente. Uma nova visão sobre o mundo está prestes a nascer das teclas de sua primeira máquina de escrever que, além de auxiliá-lo em seu novo objetivo — de escrever um romance datilografado —, se transforma em sua principal companhia.
Rino, sem receio algum, mantém-se o bon vivant inconsequente de outrora e utiliza-se da insensatez como válvula de escape para enfrentar os desígnios da vida.
Jim Carbonera expõe explicitamente um personagem que desdenha a sobriedade civil, inspira-se e deleita-se em tudo que o cerca e, definitivamente, utiliza a sociedade como seu espelho transgressor.
Mais informações, acesse: www.jimcarbonera.com

07 dezembro 2017

Minhas páginas favoritas dos meus bullet journals de 2017

|| || 16 comentários:
Que eu sou uma usuária apaixonada pelo método bullet journal vocês já devem ter percebido pela quantidade de posts sobre o tema aqui no blog (caso tenha perdido algum, vou deixar todos aqui). Esse ano eu tentei vários spreads e layouts novos e alguns eu já até dividi aqui com vocês, mas outros ainda faltou mencionar e vim fazer isso hoje. Continue lendo para ver as páginas mais legais do meu bujo.

06 dezembro 2017

Resenha #125 - Memórias de uma Gueixa

|| || 2 comentários:

"Memórias de uma Gueixa" é um romance fascinante, para ser lido de várias maneiras: como um mergulho na tradicional cultura japonesa, ou um romance sobre a sexualidade, e ainda, como uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem. 
Seu relato tem início numa vila pobre de pescadores, em 1929, onde a menina de nove anos é tirada de casa e vendida como escrava. Pouco a pouco, vamos acompanhar sua transformação pelas artes da dança e da música, do vestuário e da maquilagem; e a educação para detalhes como a maneira de servir saquê revelando apenas um ponto do lado interno do pulso - armas e mais armas para as batalhas pela atenção dos homens. Mas a Segunda Guerra Mundial força o fechamento das casas de gueixas e Sayuri vê-se forçada a se reinventar em outros termos, em outras paisagens.
Eu fui com muita sede ao pote, é verdade. A minha sorte era que o pote estava cheio. 

05 dezembro 2017

Bye, Novembro - Resumo do mês e favoritos

|| || 4 comentários:
Começando mais um resumo mensal. Se outubro foi todo meio cagado, novembro veio pra tentar colocar as coisas no lugar e eu não sentir tanto ódio assim por 2017. Como sempre, vou meio que separar os assuntos, favoritos em itálico e algumas coisas em negrito só pra não ficar muito perdido.

03 dezembro 2017

[TAG] Então é Natal

|| || 14 comentários:
Vi no blog A colecionadora de histórias. Eu tinha salvo ela desde o ano passado e fiquei esperando chegar dezembro pra responder. Esse é o primeiro post do mês e eu queria só avisar que estou pasma que já estamos em dezembro e estou ansiosa pra tudo que vai rolar aqui no blog esse finalzinho de 2017. Enfim, segue a tag.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo