03 fevereiro 2018

Resenha #133 - Querubins - A rebelião da luz

|| ||
Livro cedido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são minhas, sem interferência, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Rebeliões são perigosas, letais e incontroláveis. Elas revelam a verdadeira natureza daqueles que participam e dos que se opõem ao levante. Porém, uma vez iniciado, um conflito sempre divide lados e implica em escolhas.Conheça mais sobre a guerra que derrubou os anjos do céu e entre na batalha interna travada por uma garota que desistiu de sua vida.Salatiel é um querubim guerreiro tido em grandes honrarias, garantindo para si o título de Dourado. Contudo, suas habilidades em batalha aliadas ao intelecto criterioso acabam chamando a atenção de um dos querubins mais respeitáveis do Céu: Lúcifer. Forçado a ser treinado pelo obscuro mestre, Salatiel acaba deparando-se com opções que podem selar seu destino pela eternidade.Hana Toshida é uma jovem cujas decisões a levaram ao que, para ela, é o fim da linha. Sem motivos para continuar vivendo, a garota leva seus dias pensando em quanto sua morte não faria diferença para ninguém além dela mesma. Até que um estranho vizinho cruza seu caminho com uma história para contar.Querubins – A rebelião da luz é uma aventura épica dividida entre o Céu e a Terra, onde palavras ferem tanto quanto espadas e pensamentos conduzem a caminhos sem volta. Passeie pelos quarteis dos querubins, conheça a biblioteca do Pavilhão de Luz, ande pelas ruas da Tóquio contemporânea.Entretanto, nunca se esqueça: estamos em guerra. Qual lado você escolherá? A vida humana ainda teria algum valor?​
Chegou a vez dele brilhar, Salatiel, Sal, Dourado, chame como quiser. Dourado é, pra mim, o equilíbrio entre Chaya e Ashira. Chaya é totalmente emoção. Ashira é mais coração. Salatiel é razão. E esse pode ser um dos defeitos dele, já que ele pensa de mais pra fazer as cosias e pode acabar traindo seus instintos.
Leia a resenha de querubins - A sentença da espada (com Chaya)
Como já devem saber, a gente conhece os Querubins aqui na Terra quando eles veem ajudar alguém. e Salatiel veio ajudar Hara (leia Haná). Hana é um garota japonesa de família rica e tem muito problemas. Durante sua infância, sempre foi negligenciada e humilhada pelos próprios pais, que a chamavam de gorda e coisas assim, o que contribuiu para a garota ter distúrbios alimentares. Além desses distúrbios, nossa Hana teve muitos outros contratempos  em sua vida.
Leia a resenha de Querubins - A balança do coração (com Ashira)
Do outro lado do moeda, vemos nosso querido Salatiel em uma batalha interna. Entenda. Salatiel foi criado no Céu antes de Lúcifer se tornar Satanas e ser expulso. Salatiel se meteu em uma briga com um Querubim extremamente irritante e foi castigado a passar um tempo na biblioteca celestial, se posso chamar assim, junto com os Serafins e seu mestre, a Luz da Manhã, Lúcifer. E é nesse momento que percebemos que há muita semelhança entre os dois. Ambos buscam pelo conhecimento além de somente a luta, a guerra, a espada. Ambos são Querubins, e são feitos para proteger o Céu com a espada. Não tem problema nenhum em buscar conhecimento gente. Mas para um deles isso foi o fim e acho que sabem para qual deles foi.
"_Que me dizes de Lúcifer, aquele que detém o conhecimento do bem e do mal. Aqule que ousou questionar os planos do Seu Criador e daqueles que ainda serão criados para habitarem o Céu junto aos anjos?" Pág. 174
Se eu falar muito sobre qualquer uma das histórias eu posso acabar dando spoiler e isso não é legal. O livro é contato de uma forma muito interessante. Se você conhece os outros livros de Querubins já deve ter percebido que Hana é uma Atalaia (escolhida do Céu). E ela está em depressão profunda por todos os acontecimentos confusos de sua vida. Salatiel a socorre quando ela cai da escada no prédio onde ambos vivem. Embora relutante no começo, Hana se aproxima de nosso Dourado e ele mostra a ela a sua própria história em seu Orbe (tipo uma pérola que guarda nela tudo sobre os anjos desde o dia de sua criação). Então temos essas intercalações entre ver o Sal no Céu e a vida da Hana, sua família e o que a levou a tudo isso. Eu particularmente gosto bastante dessa forma de narração.
Eu achei muito incrível ver os Querubins no Céu. Nos outros dois livros mostra eles somente na Terra. Se eles aparecem no Céu é pra se recuperar de algum ferimento em batalha. Essa foi a primeira vez que ficamos sabendo como eles "nascem", onde treinam, onde descanção... E vemos os Serafins, e outros Querubins e muito mais do Céu. Eu vou falar de novo, mas é que gostei muito mesmo de ver isso em um livro. Eu gosto muito de livros sobre anjos, mas acho que nunca algum tinha apresentado o Céu dessa forma.
"Ali estaria decretado quem eu seria por toda a eternidade: o que faria, com quem faria, porquê e para quê. Um peso excessivo para um recém-criado. Mas assim o era e portanto, que assim fosse." Pág. 37
A minha parte favorita é quando aparece Miguel, o Querubim ungido, o Arcanjo. Já devem saber que amo o nome Miguel (nome que dei a meu filho) e sim, o motivo foi o Arcanjo. Melhor cena. Sério mesmo. Miguel é incrível. E foi lindo também ver como surgiu a conexão tão forte entre nosso trio. É emocionante. E aqui descobrimos que Miguel ocupou o lugar de Lúcifer após ele escolher ser o mestre dos Serafins. Achei muito legal essa curiosidade.
Livros com anjos
A edição está bem bonita. Eu gostei muito da capa toda em vermelho, embora ela tenha fugido do padrão das outras duas capas. Na verdade preferiria se todas as três tivessem esse padrão, mas enfim. A Martha publicou cada um dos livros com uma editora diferente, então é complicado manter um padrão. Isso não altera em nada a história. É só uma observação. Os detalhes internos também estão bem bonitos. A revisão foi bem feita. Acho que encontrei somente um erro em todo o livro. As páginas amareladas e fontes em tamanho bom facilitam o ritmo da leitura. Uma cosia que os três livros tem em comum é que no final, tem um relatório do Querubim sobre o Atalaia ao qual ele foi responsável. E depois o relatório, sempre tem alguma coisa sobre os descendentes do Atalaia. E aqui vou contar que segundo a autora, teremos Spin-offs sobre esses descendentes. Já quero.

Ficha Técnica...

Título: Querubins - A rebelião da luz
Autora: Martha Ricas 
Editora PenDragon
230 páginas
Ano 2017
Nota: 5
Nota no Skoob: 5

Quote escolhida para o projeto Poteando Quotes








Seria uma referência a Coraline?

Gente! Para que meu nome está na dedicatória de um livro. Vou ter um treco.



Meu gostosão pegou o livro e falou que agora ele ia lê. Amo de mais.



Concluindo: Martha soube dar histórias incríveis a todos os Querubins que nos foram apresentados, e conseguiu mostrar o Céu e a revolta de Lúcifer com maestria. Se ainda não se encantaram com Querubins,, a hora é agora.



12 comentários:

  1. Que capa linda. Muito bacana ver livros nacionais sendo resenhados em blogs literários. Trama instigante.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maior parte das resenhas aqui são de nacionais. O livro é bem bom

      Excluir
  2. Nunca tive ouvido falar nesse livro, achei a história maravilhosa. beijos
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  3. Oie Lary =)

    Não conhecia o livro e para falar a verdade faz bastante tempo que não leio nada com essa temática.

    Achei a premissa interessante e até mesmo original. Afinal a guerra celeste é uma temática já bem batida e pela sua resenha a autora soube como trazer algo novo. Fiquei curiosa.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane
      Então, isso que eu mais gostei na trilogia Querubins. Mesmo já existindo muito e muitos livros sobre anjos, a autora conseguiu trazer algo novo. É muito bom.
      Beijos

      Excluir
  4. Olá! Eu adquiri esse livro no ano passado, e confesso que após ter algumas decepções literárias sobre histórias de anjos, estava com algumas ressalvas em começar esse livro. Mas lendo a sua resenha, parece ser um livro que eu vou gostar muito de ler! Gostei muito da resenha!

    Beijos

    Blog Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel indico que leia ele desconsiderando toda história de anjo que já tenha lido antes. É um livro diferente e muito bem escrito. Leia sem medo.
      Beijos

      Excluir
  5. Oii, Lary.
    Nossa, o livro tem um enredo bem intrigante. Eu não leio muito livros nessa temática, mas gostaria de começar por esse. Dica anotada. E realmente essa edição está linda e fico feliz em saber que a leitura fluiu pra você.
    Seguindo seu blog lindo.
    Beijos,
    EU SOU UM POUCO DE CADA LIVRO QUE LI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Nessa temática anjos? Eu já sou a louca dos livros sobre anjos. Esse livro é muito bom. Vou indicar eternamente.
      Beijo

      Excluir
  6. Adorei a resenha, Lary! Espero que o seu Miguel goste do xará dele, haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabia que tem muito livro que eu termino de ler e penso: Com quantos anos posso dar ele pro Miguel ler? Os seus ele vai ler, com certeza, e espero que ele goste do Miguel.

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Se deixar o seu link clicável, eu vou retribuir seu comentário, pode ter certeza;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível.
♥ Para saber o que respondi, ative a caixa de notificações de próximos comentários.
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos de brigadeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo