07 fevereiro 2018

Resenha #134 - Sombras do medo 2.0

|| ||
Livro recebido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são minhas, sem interferência, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Em um futuro pós destruição em massa, provocada pelas guerras humanas e desastres naturais - para os quais os humanos também contribuíram grandemente - o mundo é dividido em 5 grandes regiões. Em cada uma delas vivem ordinários e singulares, pessoas com ambições completamente diferentes. Estes dominam o mundo. Aqueles tentam tão somente sobreviver.E ao viverem dessa forma, a bondade beira à extinção. O caos reina em seu lugar, despertando forças malignas que há muito esperam para serem alimentadas.A maior guerra de todos os tempos finalmente começa e a humanidade já se encontra em desvantagem.E em meio a tanto ódio e destruição, será o amor capaz de afastar as Sombras do Medo?

Comecei a leitura/releitura do Sombras em sua segunda edição já emocionada. Eu não lembrava exatamente de todos os acontecimentos do livro, mas eu lembrava de alguns pontos principais. Vamos ao pequeno resumo. As pessoas finalmente conseguiram destruir seu único planeta. Árvores, água, vegetação e animais se tornaram raros. O mundo foi divido em cinco províncias. Cada província tem uma parte murada onde vivem os singulares, ricos, e onde está guardada toda a riqueza natural que restou. Ao redor desse muro, vivem os ordinários, pessoas que trabalham todo o dia, o dia todo pra receber alguns poucos suprimentos e quantidades de água somente suficiente pra que não morressem de desidratação. Esses muros foram construídos pelos ordinários e muitos morreram no processo.
"Havia maldade em excesso no mundo. A bondade havia se tornado a exceção" Pág. 148
Vamos aqui deixar bem claro que a situação dessas pessoas todas não está nada boa. De alguma forma, ordinários começaram a sumir. O céu se tornava escuro e o ar frio. As pessoas desmaiam com o medo e os barulhos horríveis e, então, alguém sempre sumia. Mas os singulares não se importaram, afinal somente ordinários estavam desaparecendo.
"Nada como sentir frio para valorizar o calor, embora ele sempre existisse da mesma forma." Pág. 217
O que posso dizer sobre esse livro incrível que eu já não tenha dito na resenha da primeira edição e nas redes sociais? É um livro incrível, muito bem escrito e que trás a tona um dos maiores medos que tenho, que é esse fim horrível ao qual estamos levando nosso planeta. Eu acredito que ainda podemos reverter a situação, basta cada um fazer a sua parte.
"Se outros perdões e outras chances houvessem sido concedidos, não teria o mundo se tornado um lugar melhor ao longo dos anos?" Pág. 242
Vou focar mais na segunda edição. A capa está bem linda, mostrando bem uma das cenas mais tensas do livro. Quando os Venons finalmente perdem o medo de mostrar o que são e começam a atacar indiscriminadamente, colocando um fogo que gela em tudo e matando a pouca plantação que os ordinários conseguem produzir, derrubando construções, tanto de ordinários como de singulares. É uma cena tensa e muito bem escrita. E o título e nome da autora estão em auto relevo. Muito lindo e eu não conseguia parar de ficar passando o dedo enquanto lia. Sou dessas.
"Eu sei que você sonha em mudar esse mundo, mas se serve de alguma coisa, saiba que você mudou o meu." Pág. 131
Um outro detalhe da segunda edição é que no início de cada capítulo tem o desenho de um Venom lançando fogo pela boca, mas tudo em preto, então fica meio que uma sombra por cima de algumas palavras. Pra quem gosta de ler a noite (meu caso), pode ser um pouco complicado.
Ainda sobre a nova edição, alguns erros de revisão da primeira foram corrigidos. E muito bem. encontrei apenas um erro de revisão em todo o livro. E tem um capítulo inteiramente novo. Um capítulo sobre a visão de Nicolas. E foi muito legal ver um capítulo pela visão dele.
"A esperança de que ele a alcançasse e mostrasse-lhe uma única razão para ficar, ainda que tivesse outras mil para partir, não lhe abandonou, até que entrou em casa decepcionada." Pág. 49
O livro todo é narrado por diversos pontos de vista, como o da Anabele, do presidente, do Henry, da Amanda (mãe da Anabele) e, nesse livro, do Nicolas. É muito legal essa forma de narração, ao menos eu gosto bastante. Os primeiros capítulos são bem curtinho, o que faz com que você pegue o ritmo rapidamente. Os capítulos mais pro final são mais longos, mas acho necessário que eles sejam mais longos, porque ai você entra no fluxo que está acontecendo as coisas. A forma como isso é feito, ajuda muito na leitura.
Leia a resenha da primeira edição do Sombras
Se você ainda não leu esse livro, leia. É uma distopia muito boa, com uma pitada de fantasia e que serve de alerta pra todo o mundo. Um alerta de que temos somente um planeta e que somos os responsáveis pela manutenção dele. Faça a sua parte para preservar o que temos.

Ficha Técnica...

Título: Sombras do medo
Autora: Camila Pelegrini
Editora Arwen
291 páginas
Ano 2015
Nota: 5
Nota no Skoob: 4.6

Quote escolhida pro projeto Poteando Quotes





Primeira e segunda edições





Detalhe dos capítulos

Dedicatória da querida Camila

Concluindo: Um livro mais do que recomendado aqui no blog. Eu amo muito a escrita da Camila. Não tem muita enrolação. E sinto que ela sempre vai dar um jeito de inserir um amiguinho de quatro patas em suas histórias. Nesse livro, ficamos emocionados ao conhecer Jhou, um cachorrinho com tanto amor dentro de si que devíamos ter um pingo de consciência e aprender algo com eles. Enfim, leiam.



6 comentários:

  1. Fiquei muito curiosa e gostaria de ler especialmente a segunda edição pelo capítulo extra!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // Ganha um cabaz de novidades da Nyx!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que nem tem mais exemplares da primeira edição. A segunda ficou linda, mas sempre vou ter um carinho pela primeira.

      Excluir
  2. Obrigado :D

    Parece ser bastante interessante. Ótima bookreview :D

    NEW OUTFIT POST | HUSTLE AND BUSTLE AND A LOT OF THINGS <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  3. Eu amo reler livros depois de um tempo! Nossa percepção muda muito né? Amei a temática desse, fiquei curiosa para ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou dessas que rele livros. Gosto de dar um espaço de tempo bom entre as releituras pra ver o que mudou em mim com relação a história.

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos, normalmente aos domingos;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível.
♥ Se quiser a retribuição, deixe seu link.
♥ Para saber o que respondi, ative a caixa de notificações de próximos comentários.
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo