02 novembro 2015

[Relato de Uma Mãe de Primeira Viagem] - Introdução Alimentar

|| ||
Dia desses, uma leitora super fofa foi falar comigo sobre a introdução alimentar. Ela disse estar tendo dificuldades e me perguntou como funcionou aqui em casa. Digamos que ainda estamos em processo de introdução alimentar. Acredito que esse seja um processo que demanda tempo e tem que ser feito com calma.
O Miguel foi alimentado exclusivamente de leite materno até seis meses e continuamos com o aleitamento até hoje e quero amamentar enquanto me sentir confortável. Mas isso é assunto pra outro post.
A introdução alimentar do Miguel aconteceu de forma bem natural e sem nem que percebêssemos. Começou quando dei, de meu próprio prato, um pouco de purê pra ele. Ele estranhou de inicio, mas eu insisti e ai deu certo. É importante ver com o pediatra o que não pode ser dado ao bebê. Antigamente, não tínhamos essas informações, mas as temos hoje e elas estão ai para nos ajudar.
O Miguel adora feijão. Lembrando que para dar o feijão ele tem que estar sem a casca. Dá trabalho? De mais, mas vale a pena. É importante incluir vários alimentos nessa fase, visto que são nos primeiros anos que a criança cria seu gosto pra alimentação.
Dicas:
*Os alimentos que o Miguel mais gosta são o feijão, arroz, purê de batata, frango, biscoito de polvilho caseiro, mamão, banana. 
*Vá tentando aos poucos. Se seu filho comer apenas uma colherada e não quiser mais, tudo bem. Todo sabor que não for leite será estranho pra ele. No dia seguinte, tente novamente com o mesmo alimento. Quando ele se acostumar com um determinado alimento, acrescente outros. Logo ele se adaptará totalmente.
*Frutas são mais aceitas por possuírem sabor mais adocicado. Vale tentar iniciar por ai.

Lembrem-se que os posts dessa coluna não são técnicos nem nada disso. São um relato das minhas experiências. Com isso tento ajudá-los. Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou fale comigo pelas redes sociais que eu tentarei ajudar da melhor forma possível.
Um grande beijo e até a próxima.

8 comentários:

  1. Isso ai enquanto você esteje bem e a vontade continue sim amamentado Miguel
    Acho tão lindo este jeito de amo mas não deixe que coloca coisa diferente na alimentação seu baby
    Beijokas se cuida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A amamentação é algo tão bom, tão rico que realmente não sei como algumas mulheres optam por não o fazer. claro que nem sempre é uma escolha, mas quando é escolha, a resposta deveria ser imediatamente sim.
      Miguelzinho é bem guloso e é muito difícil recusar algum alimento. Ele não gosta muito de doces, o que é bom.
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, assunto polêmico aqui em casa!! kkkk
    A Maitê como super mal, desde a introdução. Não sei se é fase, mas piorou muito agora. Ela passa dias sem comer comida, só na mamadeira.
    Vou até marcar pediatra pra ela, pra ver com ele o que faço. Se tiro a mamadeira, sei la.. mas preciso de socorro rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Paulinha... O Miguel inda mama bastante, mas também come bem. Tem dia que não come nada, quer saber só de mama, mas não ligo não. Essa faze de introdução é difícil.

      Excluir
  3. Muito bonito você compartilhar seus momentos com seu filho. Aliás, as dicas também para quem está começando.
    Excelente postagem.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como meu blog é pessoal, gosto de compartilhar minhas experiências, principalmente na esperança de ajudar outras pessoas que estão na mesma situação.

      Excluir
  4. Oi Lary;
    Tenho tanta dificuldade em alimentar o Samuel, quando ele era novinho comia que era uma beleza, agora que cresceu um pouquinho só se alimenta direito com a vovó. Acredito que me falta paciência rsrs.
    Adoro ver suas experiencias compartilhadas.

    Beijos da Camila
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      É difícil mesmo. Minha mãe disse que eu passei por uma faze de não querer comer, mas é só fase. Ás vezes me falta paciência também, mas o jeito é respirar fundo, contar até dez, dar uma volta e pedir a ajuda do papai, quando ele está em casa.
      Que bom que gostam de ver minhas experiências, pois eu amo compartilha-las.
      Beijos

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Posso até demorar, mas todos os comentários são respondidos
♥ Se deixar seu link no fim de um comentário decente, irei retribuir com todo carinho
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo