15 agosto 2017

A história dos meus piercings e outros que quero (ou não) fazer

|| ||
Eu tenho que começar falando que sempre amei piercings. Quando eu tinha, acho que 13 anos, fiz o segundo furo nas orelhas. Com 16 fiz o terceiro e com 17 o quarto. Eu sempre tive vontade de por um piercing pra valer, mas meus pais não gostavam. 
Ai com 18 anos sai da casa dos meus pais. E logo me voltou a vontade de fazer um piercing no nariz (nose piercing). Meu favorito. E eu furei. Em casa. Uma tia do meu namorado da época furou com um brinco com a ponta lixada. Eu sei. Não façam isso em casa. Mas eu fiz, coloquei um brilhante e okay. Eu trabalhava em uma farmácia então comprei um anti-inflamatório pra não ter complicações e isso é algo que faço até hoje. Toda vez que faço um furo novo, tomo anti-inflamatório. Usei esse piercing por cerca de seis meses. Tirei pra uma vistoria na farmácia e não consegui colocar novamente. Lá se foi o furo. 
Algum tempo depois, conheci uma amiga de um amigo meu que trabalhava fazendo piercings, ai eu um dia que saímos em galera, ela levou uma agulha própria e fez o furo novamente pra mim, no meio de uma praça. A noite. Doideira de novo, eu sei. Esse piercing ficou comigo uma semana. Fui me secar do banho e ele saiu na toalha. Como estava muito recente, não consegui por e perdi o furo de novo. 
Fiquei alguns anos sem tentar furar novamente, mas a vontade ainda morava em mim. Mudei pra Osasco, tive um filho... Ai quando minha melhor amiga ia se casa, furei novamente. Em outubro de 2016. Furei em um estúdio próximo a minha casa. Uma argolinha prata. Linda. Ficou fofo. Usei uns três meses. Tirei e tapou o furo de novo!!! Pois é. Não dou sorte pra tirar piercing. Aprendi a lição. Nada de tirar o piercing.

Eu, com meu piercing lindo no casamento da minha best
Agora, em julho, furei novamente na mesma galeria. Não penso em tirar esse filho da mãe tão cedo. Pela primeira vez estou tendo um probleminha. Está ameaçando aparecer uma queloide, coisa que nunca aconteceu e olha que eu fiz minhas perfurações de formas duvidosas. Se alguém tiver alguma dica que não envolva comprar pomadas, to aceitando. 


Junto com esse último furo fiz o daith piercing, na orelha. A vontade surgiu na minha última viagem pro interior. Uma prima minha fez porque indicaram pra ela pra reduzir a dor de cabeça. Quem sofre com isso sabe que a gente topa qualquer coisa pra parar de sofrer com isso, certo? Eu achei que valeria a pena tentar e, caso não tirasse a dor de cabeça, ao menos eu terei mais um piercing bonito. Eu vou falar da minha experiência. Desde que furei, não tive mais dor de cabeça. Pode ser efeito placebo, mas se for, deixa eu continuar achando que é por conta do piercing que tá funcionando. 


Vamos falar de dor. 

O piercing no nariz é bem suave. Não tem muita dor, mas sempre escorre uma lágrima do lado que você está furando. Sempre. É involuntário. A lágrima simplesmente desce. 
O daith já foi dolorido. A perfuração nem tanto, é rápida, mas pra pôr o piercing, não vou mentir, sofri um tanto. Cicatrizou okay, ainda cicatrizando, né. Forma casquinha, é normal. O bacana é você rodar o piercing dentro do furo de vez em quando pra não formar cascas muito grandes.
Minhas dicas pra quem pretende se perfurar: Procure um local bacana, em que você veja que é limpinho e que as pessoas tem certificado. Onde furei as duas últimas vezes é certificado e todo mundo que trabalha lá é bem bacana. No meu post de resumo de julho tem o endereço. Se alguém quiser visitar e quiser minha companhia, me avisa que eu vou. Faça somente se for maior de idade. Eu acho o piercing mais suave que uma tatuagem, por exemplo. Se você não gostar, é só tirar e pronto.
Agora vamos ver outros piercings que eu super faria, ou não também.
Esse é um dos próximos a serem feitos, de preferência ainda esse ano. Já tenho a argolinha, falta o brilhante. Acho fofo.

Nunca achei muito bacana piercing no septo nem no smile, mas ando achando fofo. No septo acho que eu não faria, mas no smile eu faria de boa. 

Sim, mais furos na orelha. Acho legal e acho que um dos tipos mais comuns entre as garotas. Eu faria, na verdade farei, só não sei quando.

Essas três pedrinhas no forward helix me agradam muito. Faria numa boa. O meu daith que esse onde está o coração será uma estrela, em breve.

No meio do lábio. Amo. Acho extremamente sexy. Quero pra hoje.

As estrelinhas no tragus. Acho bem bacana também, mas não sei se faria porque eu fico cutucando a orelha o tempo todo...

Fofos. Achei bem delicado.

Inspirações para o piercing no lábio. Não quero duplo, quero somente no lábio inferior e, provavelmente, vai ser algo masi fininho, mais delicado. Dourado ou prata?
Essa é a história dos meus furos (feio falar assim) e outras inspirações do que quero fazer. Pois é.. Eu tenho um estilo bastante alternativo. Pra mim, todas essas modificações corporais servem para eu me sentir mais eu nesse mundo. Vocês concordam com isso? Se você tem piercing ou tem vontade de fazer, me fala aqui nos comentários qual ou quais você tem ou faria. Se precisarem de mais inspiração, sigam minha pasta sobre o assunto no Pinterest. Garanto que vão encontrar várias inspirações por lá.
Um beijo grande e até a próxima.

8 comentários:

  1. Confesso que só tenho um e adoro bastante
    mas gostei de saber a tua historia
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro e já pretendo por vários outros.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi, Lary.
    Quanta loucura hen.
    Mas também tenho minhas histórias com piercings.
    Coloquei o primeiro escondido da minha mãe o que não durou três meses sem ela saber, e só descobriu porque a fofoqueira da ex namorada do meu irmão contou, eu tinha 17 anos e foi na língua rs.
    Depois com 18 anos furei na orelha um transversal novamente escondido, mas dessa vez minha irmã me apoiou e minha mãe acabou deixando, depois disso coloquei ele novamente por três vezes e todas elas deram queloide, depois coloquei no nariz e aconteceu o mesmo que contigo, fui tomar banho e ele sumiu no banho, anos depois coloquei de novo e depois cansei e tirei kkk.
    Por fim coloquei um no trágus e foi o único sobrevivente até hoje, já faz dez anos que tenho ele e engraçado porque fico sem brinco de boas, mas não consigo ficar sem ele rs.
    Ufa, que textão kk.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      Adoro essas loucuras. Eu já quis muito por piercing na língua, mas acho não tenho mais vontade, acho até um pouco estranho.
      Eu não pretendo tirar os meus, pretendo é por mais hehe.
      Beijo

      Excluir
  3. Eu sou aloka das tattoos e dos piercings. Teve uma época que eu tinha piercing no nariz, septo, smile, os dois do labio, medusa e um embaixo da língua. Além do alargador.
    Hoje, tive vontadinha de colocar o medusa de volta e planejo o smile, fora que o do septo nunca fechou xD
    Mas que loucura furar o nariz com BRINCO!!! Socorr!
    Fiz o meu do nariz em pedido de 15 anos. Ehe.
    A Bela, não a Fera | A Bela, não a Fera no Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, eu já fiz muita loucura nesse vida. Quem sabe eu vá contando elas aqui aos poucos? Hehe Mas vocês tem que ser bonzinhos comigo e compartilhar loucuras também.

      Excluir
  4. Caraca, que saga einh! hahahaha Eu sempre fui apaixonada por piercings, mas minha mãe não deixava colocar, agora que ela não liga eu fico enrolando porque eu odeio sentir dor. Esse Daith eu não conhecia mas achei lindo e deu muita vontade de furar. Quando eu tomar a famosa vergonha na cara vou furar primeiro a cartilagem da orelha e o septo. Adorei o post, um beijo!
    Skyscrapers

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha muito medo também, mas ai perdi ela meio que do nada, sabe? A minha irmã quer fazer uma tatu, mas ela foge de agulhas. Quero só ver.
      Beijo

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Se deixar o seu link clicável, eu vou retribuir seu comentário, pode ter certeza, da mesma forma que não deixar o link pode resultar em falta de retribuição;
♥ Se o seu comentário for: Adorei seu blog. Retribui? A resposta é NÃO;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível.
♥ Para saber o que respondi, ative a caixa de notificações de próximos comentários.
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos de brigadeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo