06 fevereiro 2017

[Relatos de uma mãe de primeira viagem] - Hora certa pra ser mãe

|| ||
Aqui vocês tem a mim, enorme, gravidíssima e a pessoa mais radiante do mundo. Eu não fazia ideia de como minha vida seria dali pra frente.
Ouvi muitas críticas logo que fiquei grávida. Eu tinha 20 anos. Não me achava nova. Eu já era "casada" (pra quem não sabe, eu moro junto com o pai do Miguel, mas não somos casados no papel) e tinha um bom relacionamento e, o mais importante, eu sentia falta de ter um filho. Eu queria um filho. Eu mal tinha entrado na faculdade, é verdade, mas eu me sentia pronta pra isso. 
O que quero dizer com isso é que não existe uma idade pré determinada pra que você se torne mãe, isso se esse for o seu desejo. Se você acha que a maternidade não é pra você, tô contigo. Também já pensei assim haha. Pode ser que você mude de ideia ou não. Não tem essa de que tem que esperar os trinta, quarenta ou sei lá quantos pra ser mãe. Tem que ser algo que você sinta que é a hora, o momento certo. 
Eu, Larissa, acredito que antes dos vinte ninguém deveria se tornar mãe. Não por questão de maturidade somente, mas também porque seu corpo ainda não está pronto pra isso. E geralmente sua mente também não. 
Aqui é onde entra o bom senso. Temos também que pensar na estrutura familiar que essa criança vai ter. Eu sei. Acabou ficando bem confuso. Eu só queria dizer com isso tudo que não deveríamos deixar as pressões externas comandarem nossas escolhas. Devemos refletir sobre o que queremos e pensar e aquele é o momento certo pra por em prática aquilo que queremos. Eu sei, acabo me enrolando mais e mais haha. O ponto principal aqui é que não existe uma idade certa pra ser mãe. Se for pra acontecer, tem que ser quando você se sentir preparada, e não quando alguém lhe disser que está na hora.


38 comentários:

  1. Bom parabéns. Eu não me sinto com esse instinto materno com quase 22 anos, eu não me vejo mae me vejo casada sim, mas mãe não. Quem sabe quando eu for mais velha eu não mude de idéia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse, ninguém é obrigado a querer ser mãe, a ser mãe.

      Excluir
  2. Flor, um filho gerado com amor é tudo de bom! Amei o texto e foi bom você ter explicado que antes dos 20 não é muito ideal. Bom, desejo muita saúde pra vocês dois! Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lary, tudo bem?

    Um filho é sempre uma benção para um casal e acho que a idade pouco interfere na questão, o único ponto importante é: você tem maturidade para ser mãe?
    Minha mãe, por exemplo, teve a primeira filha aos 14 anos e soube arcar com as consequências. É claro que ela não tinha maturidade suficiente, mas tudo tem que acontecer no momento certo.
    O importante é que hoje, você tem seu filho e estava preparada para tê-lo.

    Beijos para vocês,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Também acho que a maturidade é o ponto chave aqui. Surpresa com a pouca idade de sua mãe ao ter sua primeira filha. Que bom que ela arcou com as consequências, mas acredito que isso pode ter sido bastante difícil pra ela.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Lary!
    Suas palavras me tocaram. Eu tenho 21 e também moro com meu "marido", um dia quero ter filhos, mas ainda não sinto que é a hora, sabe? Quero dar a eles uma vida tranquila. Porém, idade não quer dizer nada, pois a escolha cabe apenas à mulher. Tive amigas que deram à luz aos quatorze, quinze anos e ouviram muitas críticas, nem por isso deixaram de ser boas mães e mostrar sua força.
    Beijos,
    Moleca de 20

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      É mais ou menos isso que estava querendo falar. Acho que ser mãe não é fácil em nenhuma idade, mas acredito que, quanto mais nova, mais difícil deve ser.

      Excluir
  5. Pois é, gostei muito do que você escreveu. Eu quero ser mãe, mas é tanta coisa envolvida. Penso na crise, nos meus projetos... Ai eu acabo adiando novamente. Não quero ter filho depois dos 30 não, eu quero curtir muito meu filho, mas seja o que Deus quiser. acho que o casal precisa conversar, decidir juntos também.
    Charme-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tudo muito relativo isso. É complicado falar do assunto, mas acho que temos que começar quebrar esses tabus. Tem que ser algo decidido em conjunto.

      Excluir
  6. Adoreeeei o que você disse e que amorzinho o Miguel!! Acho que o principal é ter amor pra dar mesmo viu <3

    xox
    Próxima Primavera
    Participe do sorteio de 1 ano do blog (2 livros + brinde)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu bebê é uma graça haha. Acredito nisso também. Tendo amor, o resto se ajeita.

      Excluir
  7. Eu faço 20 esse ano, não imagino nem quando vou sair da casa dos meus pais que se dirá ter um filho. Quando terminar a faculdade, ter um emprego fixo e condições sentimentais boas para dar para um filho, quem sabe, né? No mais, ainda pretendo curtir muito minha vida sem responsabilidade ou justificativa. No momento certo acontece.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Selma
      Eu sai da casa dos meus pais assim que completei 18 anos. Foi a melhor decisão que já tomei. Faz com que a gente amadureça. Tem que ter uma estrutura sim, mas acho que mais emocional do que física.

      Excluir
  8. Oi, Lary.
    Esse negócio de hora certa é muito pessoal né. Eu sempre quis ser mãe, e o medo de não ser era tanto, sempre fui meio paranoica haha.
    Mas depois do primeiro ano de casada veio a notícia que seria mãe e foi a melhor coisa que me aconteceu tive o Arthur com 20 anos também e nunca me arrependi disso, claro que as coisas mudam radicalmente, mas todas mudanças só me acrescentaram.
    E também compartilho da opinião que cada um sabe o que é melhor pra si, quem quer ter filho que tenha, quem não quer não tenha, sem pressão.
    Amei saber mais um pouquinho sobre essa parte da sua vida.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      É tudo muito relativo na maternidade. Tem mãe que não consegue dar de mamar, outras que continuam trabalhando, umas que sonham com isso e outras que são pegas de surpresa. O que importa é que nossos filhotes vem pra nos tornar pessoas melhores.
      Beijo

      Excluir
  9. Olá Lary!
    Adorei seu texto, embora eu tenha tido filho cedo, não me arrependo, foi o melhor presente de Deus e só me acrescentou. Eu fui mãe aos 18 anos e aprendi/cresci muito com isso... Adorei saber um pouquinho mais sobre você.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lary, como anda tudo por aí?

    Como sempre suas postagens sobre maternidade são tão bacanas <3

    Amo o modo como você se posta sem julgamentos sabe? Eu por exemplo, ainda não sei se terei filhos - não é um Não nem Um Sim definitivos haha - no entanto existe uma cobrança em relação a isso muitas vezes velada, pelas pessoas ao meu redor. Mas, como você mesma disse, acho que gravidez tem que ser no seu momento, e por nenhum motivo além do que o que você deseja.

    Beijos Lary! ;*
    ❤ Letras Eternas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day
      Eu me disponho a falar aqui sobre maternidade por conta disso. É muita cobrança pra que sejamos mães. Mas a maternidade não deve ser uma obrigação.
      Beijos

      Excluir
  11. Oi Lary, amei seu texto, também concordo cm vc, a hora de ser mãe vai de cada um, eu tenho 25 e quero muito ter um, mas no momento minha situação não esta favorável, mas o desejo esta aqui, engraçado que quando a mulher não quer ter filhos ela é julgada, mas quando decide ter também é, se vc tem consciência que pode criar bem seu filho quem pode vir e dizer que não?

    Bs Jany

    http://www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jani
      Bom, ela minha experiência como mãe, tudo que fazemos é motivo pra julgamento. Sempre vai aparecer alguém pra te dizer como fazer isso e aquilo, mas a gente tem que ignorar essas coisas
      Beijos

      Excluir
  12. Ser mãe é lindo. Mas estou satisfeita cuidando de pequeninos sem querer ser mãe.

    Um beijo e parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Achei lindo e emocionante o que você escreveu sobre ser mãe
    Eu sou casada a 6 anos e ainda não me sinto preparada para ter
    um filho mas claro que tenho vontade de ser mãe, mas tudo tem a sua hora né? e sei que no momento certo a minha vez vai chegar
    bj e adorei seu blog. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que é bacana, Van. Cada um tem um tempo pra fazer cada coisa. Não sei porque as pessoas ficam nos apressando.

      Excluir
  14. Se você ama teu filho não se preocupe com a opinião dos outros. Apenas ame e seja feliz! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tento, mas nem sempre é a opinião dos outros que nos destrói.

      Excluir
  15. Kkkk seu post me deixou um pouco confusa, mas enfim as vezes o que as pessoas nos fala machuca mas devemos sempre pedir sabedoria para Deus e seguir nosso caminho e tentar não dar ouvidos para os outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sabia que ia confundir alguém haha. Acredito também nisso. Acho que nada acontece por acaso.

      Excluir
  16. Você foi num ponto bem importante: não existe hora certa, você quer ou não aquilo. Pode ser que você tenha o baby e fique com o pensamento confuso depois, ou vice-versa. Isso vai muito da criação, educação e relacionamento que a pessoa tem. Eu, por exemplo, tenho muita vontade de ter um baby, mas não agora. Não me sinto pronta rs. Mas idade não define isso, o que define é o amor que sente pela sementinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Kell. Eu queria desesperadamente um bebê e sabia que aquele era o m eu momento.

      Excluir
  17. Olá tudo bem?
    Sou casada há dois anos e também temos pensado em ter um filho e fico pensando nas mesmas coisas que você disse. Um dos meus maiores medos é eu criar um criança com todo amor e carinho e ela seguir uma caminho errado. Eu me vejo gerando um filho, até dois se tiver de boa vontade, mas tenho medo do parto kkk

    beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui no blog tem um texto falando sobre minha experiência de parto, é só clicar na tag Diário de uma mãe de primeira viagem pra ver todos os posts da série.
      O parto pra mim foi o mais tranquilo, criar que é complicado

      Excluir
  18. Adorei seu texto
    Já estou com 30 anos quero muito ser mãe mas agora ainda não é o momento para mim.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso é ótimo, Suka. Quando a gente se conhece e entende nossos limites, tudo fica melhor e mais fácil
      Beijos

      Excluir
  19. Está super certa, não tem tempo mesmo. O tempo na verdade é o nosso né?
    Parabéns pelo texto 💙

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Bia
      O que importa é a gente se conhecer

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Posso até demorar, mas todos os comentários são respondidos
♥ Se deixar seu link no fim de um comentário decente, irei retribuir com todo carinho
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo