25 novembro 2017

Resenha #124 - Corações nas sombras - Presságios de guerra

|| ||
Livro cedido para resenha em parceria com o autor. Todas as opiniões aqui presentes são minhas, sem interferências, na tentativa de passar a vocês o que senti ao longo da leitura.
Quando eu olhei através do passado eu finalmente compreendi o que você entenderá aos poucos. Ver a queda e extinção dos centauros por sua sede de poder foi apenas o estopim de algo maior, pois o mal que despertaram no mundo inferior (Agonia) embora selado por Círdan o elfo, desencadeou uma série de acontecimentos que narro para ti. Aquilo bastou para que Goldax o imortal que liderou os orcs por duzentos anos encontrasse um mestre que lhe prometeu libertar os orcs de seu exílio. Depois de sua derrocada, o dragão negro ressurgiu havido por poder e adoração, a ponto do rei dos dragões lhe temer. A Casa de Prata com intenções desconhecidas começou a roubar um a um os talismãs de Ifíanor. O mundo aos poucos começou a odiar os magos seus antigos benfeitores e uma mente brilhante surgiu com a finalidade de equilibrar as coisas, mas ele não sabia que seus atos acarretariam uma guerra sem fim. Então meu amor, meu confidente e meu amante, se lhe conto sobre o passado é para que você entenda o meu papel no presente e o porquê de termos nos separados. Escolhi nomear este relato de Corações nas Sombras e acredito que você entenderá o motivo.
Como a doida em fantasia que sou, fica meio difícil praeu falar desse livro, principalmente porque, no começo, eu ficava postergando ele. Aqui entre nós, ele é gigantesco e o começo ficou um pouco confuso. Ai eu ficava enrolando pra ler, tipo, pra pegar ele no criado mudo e abrir, mas quando abria, fluía que era uma beleza.
Enfim, vamos tentar falar um pouco desse livro sem parecer surtada, mas acho que isso vai ser um tanto quanto difícil.
Bom, esse primeiro livro tem vários narradores diferentes, porque cada capítulo tá acontecendo em um lugar diferente, ou em Pallas ou em Primas ( que são os dois continentes desse mundo maravilhoso). Uma coisa bem legal sobre Ifíanor é que ele tem três luas, mas dificilmente todas serão visíveis ao mesmo tempo. Imagina que lindo ter três luas? Se uma já é inspiradora, quem dirá três...
Bom, conhecemos grupos de vários países desses continentes. Grupo bem incríveis. Temos os caçadores (fodasticos), temos os alunos do templo da luz, temos os guardas de Abak, uma cidade portuária muito importante, temos orcs, feiticeiros, necromante, anões, elfos (ah, os elfos)... Enfim. Tem até algumas especieis (acho que pode-se dizer assim) criada pelo próprio autor, como pessoas parte tigre, parte lagarto e parte dragão.
"Essa arrogância, esse defeito que carregamos de acharmos que somos superiores a outras raças, será nossa ruína. Nós somos iguais aos outros e estamos perdendo tempo e espaço nesse mundo. As raças estão evoluindo aos poucos, se equipando e nós nos recluímos aqui arrotando as glórias do passado." Pág. 692
No começo pode ficar bem confuso, pra mim pelo menos ficou. Eu ficava toda hora me perguntando: "Quem é mesmo essa pessoa? De onde ela veio? Pra onde vai?" Mas ai você pega o ritmo e meio que se acostuma. Claro que eu fiquei voltando no mapa de Ifíanor algumas vezes, mas era pra me situar melhor no que estava acontecendo e foi incrível. Pode tudo parecer desconexo, pra mim era. Eu não sabia porque estava conhecendo tantos personagens. Ai eles se encontrar no conselho e meio que as coisas fazem mais sentido.
"Eu entendo o motivo de tanto ódio por quem matou seus pais, mas o ódio consome apenas você e nã oquem lhe fez o mal." Pág. 181
Se eu for ficar falando do que acontece fico aqui até amanhã. São muitas páginas e muitos acontecimentos. Vamos falar do que me fez amar ainda mais essa história. Alásia e Cirdan. Mais Cirdan que Alásia. Mas os dois juntos, melhor cena ever. Esse foi um daqueles livros que eu ia lendo e enchendo o saco do autor com perguntas, teorias, pedidos loucos e cosias assim. E eu pedia muito por um romance. E eu tive, graças a esse romance, uma das cenas mais intensas da vida. Obrigada, de novo, Allan.
"[...]nunca ficaremos juntos como um casal, não como as pessoas normais, não como as etiquetas e convenções sociais. Mas nas raras vezes em que ficarmos juntos, será como uma eternidade de realização em algumas horas. Nunca vivenciará nada igual e irá me querer como na primeira vez." Pág. 569
Isso também acho importante falar aqui. Esse não é um livro para todo mundo. Ele tem umas três cenas de sexo bem intensas, muitas mortes impiedosas e algumas cenas meio perturbadoras. Eu fiquei bastante impressionada em vários momentos e tive pesadelos com o dragão negro que sorri. Então tipo, tem que ter um discernimento. eu quero muito que o Miguel leia esse livro, mas não vou dar isso na mão dele com 5 anos, até porque é enorme e cansaria uma criança. Acho que a partir dos 16 ele já fica mais de boa. Fala bastante sobre religião e aceitar as crenças dos outros. é um livro bastante completo, pode-se dizer.
"Dar a própria vida por uma crença não me parece algo transcendental, parece fanatismo religioso." Pág. 426
Ah! Preciso deixar isso aqui registrado. Tem uma cidade em Ifíanor governada e protegida por mulheres. Tipo Amazonas e tals. Achei o máximo. Draconia também é incrível. é uma ilha gigante onde vivem os dragões. E tem uma parte que foca muito na história deles, que é bem linda, diga-se de passagem. E emocionante.
"Os poucos homens aos quais era dado o privilégio de lutar com as amazonas deveria fazer um voto - se vencessem uma amazona em combate, tinham a obrigação de se deitar com ela e fazer um filho, se perdesse deixaria seu elmo. No reino não havia vergonha maior. Poucas amazonas tinham filhos, entre as Damas nenhuma era mãe." Pág. 431
Se você quiser saber um pouco mais, leia meu histórico de leitura no skoob. É um pouco complicado, mas dá certo. Você vai no meu perfil, ai tem uma barra rolante com os livros da minha meta desse ano. Acha Corações nas Sombras e, ao lado de "lido" tem um mais. clica no mais e seleciona histórico de leitura. Ai você vai ver tudo que falei sobre o livro enquanto estava lendo. Mas cuidado, pode ter spoiler. E vocês podem fazer isso pra qualquer livro que estiver lá na minha meta.
Mais uma ultima coisa ai a gente acaba. O livro termina com todos os pontos focais em situações criticas. Os grupos mudaram, deu meio que uma mesclada, e todos estão em situação de risco. Allan, faz favor de terminar esse livro dois antes que eu tenha um treco. Obrigada, de nada.

Ficha Técnica....

Título: Corações nas sombras - Presságios de guerra
Autor: Allan Francis
Chiado Editora
736 páginas
Ano 2016
Nota: 4
Nota no Skoob: 4.6

Quote escolhida para o projeto Poteando Quotes












Concluindo: Acredito que essa tenha sido a melhor fantasia que li em 2017. Eu fiquei encantada com esse novo mundo e com personagens tão incríveis. Mal vejo a hora de ter a continuação nas mão pra devorar. Porque, como eu disse, eu demorei pra entrar no ritmo, mas quando entrei, sofri muito pra me desligar dele. E quando acabou, tudo que eu sabia fazer era ficar segurando ele nas mãos.

10 comentários:

  1. Gosto muito de ler adoro livros, se tivesse mais tempo queria ler vários, adorei a resenha.
    www.umachavenadeamor.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, isso é algo que não concordo muito, porque a gente gasta muito tempo com coisas inúteis. Tipo, quando estou esperando transporte, leio. No transporte também. Claro que ainda perco muito tempo no celular e no pc, mas tento sempre ter um livro comigo. Deu tempo, abro e leio um pouco,

      Excluir
  2. Oi Lary, tudo bem?

    Menina eu não curto muito ler fantasia neste estilo, mas fiquei encantada com o mapa que você mostrou é lindo. Minha amiga vai adorar esta dica, porque a capa é bem bonita e parece que a história é muito boa. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dia
      Se não curte fantasia, vai na coluna resenhas por aqui ou no top 10. Tem indicações de livros para todos os gostos, de todos os gêneros. Eu leio de tudo, e amo fantasia, mas sei que muita gente não gosta muito.
      Xero

      Excluir
  3. Oi Lary, tudo bom?
    Cidade toda guarnecida por mulheres, estilo Temíscera? SIGN ME UP FOR THIS!
    Não conhecia essa obra, flor, mas adorei a edição e fiquei apaixonada por esse mapa. Parece uma ótima pedida pra quando eu precisar da vibe de fantasia épica, com certeza vou procurar :D

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu super indico. Eu fiquei maravilhada com esse livro, de verdade. Como eu disse, eu demorei um pouco pra pegar o ritmo dele, mas depois... Fiquei super triste quando acabou.
      Beijo

      Excluir
  4. Gostei da história! Os livros da Chiado tem uma boa revisão, capas simples mas intrigantes. Vou conferir o que você postou lá no skoob! ;)

    As 1001 Nuccias | Curte aí!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sou muito fã dessa revisão. Acho que faltou muito no trabalho de revisão e esse livro merecia uma edição mais caprichada, mas tá valendo ;)

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Se deixar o seu link clicável, eu vou retribuir seu comentário, pode ter certeza, da mesma forma que não deixar o link pode resultar em falta de retribuição;
♥ Se o seu comentário for: Adorei seu blog. Retribui? A resposta é NÃO;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível.
♥ Para saber o que respondi, ative a caixa de notificações de próximos comentários.
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos de brigadeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo