12 setembro 2017

[Setembro Amarelo] É triste mas necessário. Um bate papo sobre Bullying

|| ||
Olá minhas Amoras e meu Amores. Dia 10 de setembro é o dia mundial de combate e prevenção ao suicídio. O papo de hoje é sério, é necessário, é triste, é antigo, é atual. Vamos lá. Vai ter relato meu, vai ter muita coisa aqui, então continue lendo. 
Pra começar, a definição de Bullying é um termo da língua inglesa (bully = “valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder. Simples né?
Sugiro que leiam ouvindo esse música.

O termo surgiu recentemente, mas esses valentões que se sentem melhor somente ao rebaixar alguém já existem desde sempre, acho eu. Quando eu estava na escola, não tinha isso de sofrer bullying. Você era zoado e se reclamasse a zoação apenas aumentava, então o jeito era ignorar. Eu, na escola, era baixinha, magrela, usava óculos, aparelho ortodôntico, tinha/tenho o cabelo bem revolts, sempre fui A nerd e isso é só a ponta do iceberg. Mas eu não era do tipo reclusa que não tinha nenhum amigo. Pelo contrário. Eu vivia cercada de pessoas a quem eu queria bem e que me queriam bem também e isso aliviou muito tudo isso, porque eu sabia que eu era todas essas coisas e vez ou outra rolava uma zuação, mas nada tenso porque eu tinha amigos ao meu lado. Não consigo nem imaginar como teria sido diferente se eu não tivesse eles. Aqui vale falar também que amigo zoa, mas zoa com amor. Pelo menos eu e meus amigos. Nunca falávamos nada que iria realmente machucar alguém, sabe? Meus amigos me chamam de nerd e eu levo na boa. 
Enfim. Tô aqui pra falar que isso é sério e deve ser combatido. Eu estava falando do bullying verbal, mas tem a parte física da coisa. Acho difícil vermos notícias sobre isso no Brasil, mas existem muitas pessoas que apanham pelo simples fato de serem quem são. Se vocês acompanham noticias internacionais, devem saber que nos Estados Unidos não é raro alguém que sofre bullying entrar armado em alguma escola e sair atirando. Então a coisa é bem séria. Isso é ridículo, inimaginável.
 Como tudo começa? Geralmente dentro de casa. As pessoas tendem a repetir o que veem. Não estou dizendo que todo mundo que pratica bullying (esqueci o termo) tem pais horríveis. As vezes é a natureza da pessoa mesmo, mas acredito sim que cabe aos pais descobrir se o filho pratica ou sofre qualquer tipo de discriminação, violência. Se você detectar alguma pista em seu filho, busque ajuda psicológica. Parem de achar que psicólogo é coisa de doido. Se você cuida do seu corpo, porque não cuidar da sua mente?
Se você sofre com isso, seja na escola, no trabalho, na rua de casa ou em qualquer lugar, fale com seus pais, com o responsável pelo local, com um profissional. Todos sabemos que sofrer Bullying pode levar a depressão e que depressão pode levar ao suicídio. Se quiser conversar comigo, fique a vontade. Estou aberta a ouvir, a conversar e, quem sabe, aconselhar, mesmo que eu ainda recomende um profissional.
A você, que de alguma forma pratica qualquer forma de preconceito, pare um pouco e pense sobre isso.


8 comentários:

  1. Não tenho palavras para descrever o quanto eu amo essa campanha. Me enche de felicidade ver mais e mais pessoas informando e se conscientizando da grande importância que esse assunto tem. Belo texto.
    www.diferentesou.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava crente que já era de conhecimento geral a campanha. Ledo engano. Bora divulgar mais e conscientizar a população.

      Excluir
  2. é mt necessário msm falarmos sobre esse assunto! o setembro amarelo é uma campanha incrível!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Cara!! Não tenho palavras!! Eu conheço os garotos do Britain's Got Talent e sempre me emociono ouvindo essa música compsota por eles, me arrepio todo, é muito forte. E sim na minha época também não existia o termo bullying e sim tudo era zoação ou tirada de sarro , sobrevivi também, porque nunca fui recluso, tive excelentes amigos que ainda estão comigo até hoje, mas perdi um amigo para o suicidio, infelizmente, por isso a importância de divulgar essa causa, não é frescura, não é falta de consideração pelo outro, o suicidio é uma forma de escapar da pressão que é imposta sobre nós, por isso, falar é a melhor solução!! Estamos ai!! Excelente publicação. Abraços.

    BLOG - TUDO ATRASADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai, guri. Nem tudo pode ser tratado como algo a toa, sem importância. Vamos aprender a respeitar o sentimento das pessoas.

      Excluir
  4. Essa campanha é muito necessária!!! E é tão importante que a gente leve a frente, não deixando-a morrer em setembro. Adorei o tema específico que você escolheu como tema do post. Importante, necessário, cruel... Sem palavras!

    http://www.aquelaepifania.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tento sempre abordar esses temas no blog. Fico triste quando passa setembro e o povo esquece da campanha.

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos, normalmente nas quartas e domingos;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo