13 setembro 2017

Resenha #114 - A Sereia

|| ||

Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.
Qual sua relação com a água? A minha sempre foi meio distante. Cresci longe do litoral. Não tenho um grande apreço pelo calor, então praias realmente não são algo super atrativo pra mim. Mas adoro uma boa piscina. Já visitei a praia algumas vezes, mas nunca mais vou dá mesma forma depois de ler esse livro. As coisas mudaram em mim.
Bom, agora vamos falar sobre a história, certo? Kahlen foi salva pela Água e tem que cumprir 100 anos como sereia atraindo pessoas para que a Água possa se alimentar. Macabro né? Mas ela aceitou os termos, porque ela queria viver. Ela foi acolhida por suas irmãs sereias (são geralmente três ou quatro) e depois passou a colher as novas integrantes. Uma vida até boa. Tirando o fato de que elas só podem falar entre si. Se qualquer outra pessoa ouvir a voz delas, vai diretamente para Água e morre. Triste.
"Eu queria ser capaz de explicar como a interrupção de uma vida plena era melhor do que o prolongamento de uma vida vazia." Pág. 20
Kahlen estava disposta a cumprir sua pena de forma exemplar, até ela conhecer Akinli, um jovem incrível que, mesmo sem realmente conversar com ela, acaba se apaixonando. E ela se apaixona por ele. Se a Água descobrir, vai afastá-la dele para sempre. Então a vida de Kahlen se torna muito difícil, porque sempre que estão na Água, ela ouve seus pensamentos, conhece sua vida.
"Eu não podia ficar para sempre.
Mas talvez pudesse ficar por um dia." Pág 163
Kahlen tem uma relação bem bonita com suas irmãs. Ela ajudou a maioria a se acostumar com essa nova vida, do mesmo modo que a ajudaram quando ela se tornou sereia. E a relação dela com a Água também é bem bonita. A Água as ama, realmente ama, e não gosta do que tem que fazer para se manter viva, mas esse é o ciclo, né? E elas não matam a torto e a direito não, costuma ser um grande cruzeiro, uma vez ao ano, tirando acidentes naturais mesmos.
Sei que esse foi o primeiro livro escrito pela autora, tem alguns erros no enredo e tals, mas eu gostei muito, tanto do ritmo da leitura quanto da história. Acho que abordou o tema sereias de uma forma diferente da que estamos acostumados. Primeiro que elas não são metade peixe, nem mesmo quando entram na água. Quando elas vão cantar pra atrair as pessoas ganham lindos vestidos feito de água e sal. Ele se desfaz em poucos dias. Isso acontece porque assim que elas entram na Água, ela livra elas da roupa que estão usando. E é bem legal o jeito que elas vão de um lugar ao outro pela Água. É como se surgisse uma corrente muito forte e as fizesse viajar muito rapidamente. É bem bacana.
"_Só estou tentando entender como Ela pode nos tirar tanta coisa e ainda achar que está sendo carinhosa.
_Bom, não é como se Ela tivesse um semelhante com quem praticar." Pág 260
Vendo meu registro de leitura no Skoob, percebi que um dos meus primeiros comentários foi que seria bacana viver 100 anos a mais pra ler tudo que tenho vontade, só o lance de ter que matar seria complicado. Ah! Sobre isso, quando acaba os 100 anos que elas tem que cumprir para a Água, elas se esquecem completamente de tudo, da vida antes de ser sereia e da vida de sereia. Acho bacana isso também. Por que viver com aquilo que você fez deve ser complicado.
Eu me envolvi tanto na história que quando acabou eu fiquei sem saber o que fazer, queria mais. Queria saber o que tinha acontecido com as outras meninas. Queria saber como ficou a vida de Kahlen e Akinli, se ela ainda gostava da Água...
Sobre a edição do livro: Tão linda quanto a edição dos outros livros da autora. Agora, ao invés de coroas, temos conchas nos capítulos. A capa é bem bonita e representa bem o enredo, ao menos pra mim, tem alto relevo no título, veio com marca página na segunda aba para cortar, ao menos na minha edição. Achei a revisão bem boa e tem uma carta da Kiera para os fãs brasileiros. Eu já me considero uma fã dela e adorei ler a carta. Pra quem compra livro pela capa, tá ai um que tem capa bonita e conteúdo bacana.

Ficha Técnica...

Título original: The Siren
Título: A Sereia
Autora: Kiera Cass
Editora Seguinte
328 páginas
Ano 2016
Nota: 5
Nota no Skoob: 3.9

Quote lindona escolhida para o projeto Poteando Quotes



Conchinhas nos capítulos. Detalhes fofos.


Nemo pra representar o mar. Sei que foi pobrezinho, mas estou sem conchas.



Concluindo: Uma leitura leve e muito gostosa. Personagens cativantes, cada um a seu jeito. Uma outra forma de vermos as sereias.

4 comentários:

  1. Oi Larry, tudo bem? Eu só li a trilogia A seleção da autora e gostei muito da narrativa dela. Ainda não li A sereia, mas tem uma história que parece muito boa! Fico feliz que tenha curtido.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi
      Leia A sereia guria. Acho que vai curtir

      Excluir
  2. Oi flor, tudo bom?
    Eu peguei um pouco de raivinha da Kiera por causa do fim da trilogia Seleção; gostava bastante da narrativa dela e tal, mas não confio mais pra escrever livros :P
    A Eduarda leu A Sereia e achou bacana; parece ter sido uma leitura bem legal pra você, que bom! *-*

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serio que não curtiu o fim? Mas o fim em A escolha ou em A coroa? Porque eu só li a trilogia principal.
      Beijos

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos, normalmente nas quartas e domingos;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo