16 dezembro 2015

Resenha #66 - O medo de Virgilia

|| ||
Livro cedido para resenha em parceria com a autora. Todas as opiniões aqui presentes são minhas, na tentativa de passar a vocês o que senti durante a leitura.
Cercada por pessoas desajustadas (psicopatas, neuróticas, depressivas, insanas, obsessivas, fóbicas e inescrupulosas), Virgília luta para manter sua sanidade mental. 
Dividida entre cuidar da própria vida e ajudar seus familiares que precisam dela financeiramente, muda-se de Cristal (pequena cidade gaúcha) e vai morar sozinha em Porto Alegre, num apartamento herdado pela mãe. Assim, poderá ficar mais perto de Marília, sua irmã mais nova, internada numa clínica depois de tentar matá-la, após sofrer um surto psicótico. 
Virgília começa a trabalhar como gerente de uma joalheria. Lá, ela conhece Alex, o entregador de joias e os dois se apaixonam. Em pouco tempo, serão envolvidos por um laço de amor que os manterá unidos, contra todas as adversidades. 
Além de ser um homem apaixonante, Alex possui um dom incomum, que o torna capaz de tirar vidas, ou salvá-las. E este seu dom, terá um papel importante para os rumos desta história. 
Uma trama onde o grande mistério é descobrir como Virgília conseguirá lidar com tantas situações difíceis que a cercam, sem enlouquecer. 

A opinião da Lary sobre a leitura...

Um livro bem diferente. Não me recordo de já ter lido alguma história semelhante. O medo que assola a vida de Virgília são os distúrbios mentais, bastante presentes na sua família.
O livro é narrado por Virgília e diversas outras personagens, de forma a sabermos mais do que a nossa protagonista. É meio assustador ver quantas pessoas desequilibradas existem e andam livremente por ai, podendo atacar a qualquer momento.
Claro que tem romance, um romance fofo e que ajuda também na vida familiar de Virgília. Queria poder contar o motivo, mas não quero dar spoiler.
É um livro sobre medos, conquistas, perdão, amor, família e a importância do diálogo com seus familiares. O final dessa obra fica meio em aberto, o que pode frustrar alguns leitores, mas alguns já podem curtir isso. Eu gosto porque me dá espaço para criar meu final, ou vários finais e escolher o que mais me agrada.
Eu indico a leitura desse livro pra quem gosta de livros com essas temáticas, pra quem precisa acreditar que existem pessoas perigosas por ai, pra deixar de lado alguns tabus... Eu indico pra todos. Se você quer uma leitura leve, não é esse o livro, porém se quer algo que possa lhe fazer refletir, leia. É um livro curtinho e de leitura fluida. É bem possível lê-lo em um dia. Eu consegui finalizar a leitura com três dias, lendo somente a noite depois que o Miguel dormia, e ainda fazendo pausas quando ele acordava hehe.
A diagramação do livro está muito bonita. A revisão está boa, os espaços estão bons. De modo geral, o visual do livro também agrada.
Alguém já o leu? Gostou? Indica?

Ficha Técnica...

Título: O medo de Virgília
Autora: Rosa Mattos
Editora Selo Jovem
200 páginas
Nota: **** (4/5)
Nota no Skoob: 4.5

Concluindo: O medo de Virgília não é um livro leve, mas é uma obra de rápida leitura e que vai fazer você refletir sobre diversos aspectos de sua vida. Indico para quem gosta de histórias que façam refletir.

6 comentários:

  1. Fico feliz em saber que não se trata de uma leitura leve. Prefiro obras que nos fazem pensar.
    Certamente darei uma chance ao livro.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia. É um livro forte, com temas pouco discutidos. Vale muito a leitura.

      Excluir
  2. nossa achei interessante se passar em Porto Alegre, por ser gaúcha acho que vou me sentir quase que participando do livro.
    Gosto de livros que falem do psicológico, com o romance então.. me chamou bastante atenção.

    http://brisaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana Júlia. Adoro quando encontro livros que se passem onde moro. Fica mais fácil visualizar as cenas.

      Excluir
  3. Eu sou uma autora apaixonada por textos que fazem relfetir, pensar e olhar pra si mesmo. Então, valorizo muito obras de outros escritores que sejam assim!

    Abraços, Escritora Entre 4 Paredes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho muita vontade de ler coisas suas. Deve ser incrível.
      Forte abraço

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos, normalmente nas quartas e domingos;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo