12 dezembro 2015

Autora parceira - Laura Bergalo

|| ||

Me desculpem terem sumido durante toda a semana. Ainda não me adaptei a usar o pc. Preciso de um noot a nível de urgência. Enfim, venham conhecer a Laura.

Sobre a autora...



Escritora para jovens com 23 livros publicados (inclusive na França e nos EUA), Laura Bergallo é também jornalista, publicitária e editora de publicações científicas.
Seu livro 'A Criatura' recebeu o Prêmio Adolfo Aizen/2006, da União Brasileira de Escritores, como melhor livro juvenil de 2004/2005.
Seu livro 'Alice no Espelho' ganhou o Prêmio Jabuti-2007 na categoria livro juvenil e foi selecionado para a Bologna Children’s Book Fair 2007.
Seu livro 'Operação Buraco de Minhoca' foi escolhido pelo Programa Mais Cultura, do Governo Federal e da Biblioteca Nacional, para distribuição em bibliotecas e pontos de leitura, e pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola 2011 (PNBE 2011), para distribuição nas escolas públicas federais, municipais e estaduais de todo o país.
Seu livro 'Jogo da Memória' foi selecionado para a Bologna Children’s Book Fair 2011, recebeu o selo Altamente Recomendável da FNLIJ (2011) e foi escolhido pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola 2013 (PNBE 2013), para distribuição nas escolas públicas federais, municipais e estaduais de todo o país.
Seu livro 'O Fazedor de Borboletas' foi selecionado para a Bologna's Children Book Fair 2014.


Sobre Alice no Espelho...

Ganhador do Prêmio Jabuti 2007 na categoria livro juvenil e selecionado para o catálogo da 44a Feira de Bolonha (Itália), 'Alice no Espelho' trata com delicadeza de um tema muito atual no universo dos jovens: a ditadura estética e suas consequências, como os transtornos alimentares, cada vez mais comuns entre os adolescentes.

Clique aqui para ver trabalho acadêmico sobre o livro apresentado no II Congresso Internacional de Literatura Infantil e Juvenil, em maio de 2010.
\
Alice é uma adolescente cujo pai foi embora de casa quando ela ainda era pequena.  Boas lembranças ficaram, entretanto. Como a leitura das obras de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho, que o pai lia pra ela todas as noites antes de dormir.  Agora, aos 15 anos, sem entender a ausência do pai e obcecada por aparência e magreza, Alice acaba por contrair anorexia e bulimia, chegando ao ponto de ser internada inconsciente.  Durante seu coma, ela visita um mundo estranho, onde todas as pessoas são iguais e abrem mão de sua individualidade em nome de uma aparência padronizada, ditada pela sociedade.  Aos 16 anos, todos passam pela "transformação", processo médico-cirúrgico supostamente voluntário que os torna cópias dos modelos considerados ideais de beleza.  Mas nesse mundo ela também se torna amiga da gorda Ecila, garota cabeça-feita que, por influência de seu pai considerado louco, recusa se submeter à tão desejada "transformação". Para tentar ajudar a amiga, Alice vive uma aventura de perder o fôlego, e acaba compreendendo que ela própria precisa procurar ajuda para se curar, embora reconheça que o processo é doloroso e difícil.
Clique aqui para comprar.  E leia a seguir um trecho do livro:
     Precisa levantar para limpar o banheiro emporcalhado, mas com que força?
     Aí lembra do pai contando para ela qual era a expressão preferida de Alice no país das maravilhas: “Vamos fazer de conta”. E então faziam de conta de todo jeito. Faziam de conta que Alice era pequena como um inseto, ou tão grande que não cabia na casa. Faziam de conta que o pai era mais de um (e não ficou nenhum, no fim das contas).
     Mas isso já faz muito tempo e agora Alice não pode fazer de conta que limpou o banheiro. Não pode fazer de conta que não devorou o pote inteiro de sorvete ou que não vomitou tudo depois. Essas coisas ela tem que encarar. Mas sente frio, medo e nojo. Precisa sair correndo, sumir dali, fingir que nunca existiu.
     Levanta do chão e fica em pé na frente do espelho emoldurado. Nele vê uma garota gordona olhando para ela feito pateta (quem seria?). Atrás dela, um quarto igualzinho, só que com tudo em posição invertida. E resolve fazer de conta, como a outra Alic\
Livro contemplado com o Prêmio Jabuti

Espero que tenham gostado de conhecer a autora e obra. Eu já recebi meu exemplar e em breve o lerei. Estou devendo algumas resenhas, mas em breve eu espero que as coisas se normalizem. Um grande beijo e até a próx

2 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Não conhecia a autora nem a sua obra, mas fiquei o livro me pareceu bom. Não foi à toa que ele recebeu o Prêmio Jabuti em 2007.
    Parabéns pela parceria.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      O livro é bem bom mesmo. Possui uma critica bastante interessante e pertinente a nossa sociedade atual.
      Beijos


      Vidas em Preto e Branco

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos as quartas e ao domingos.
♥ Para deixar seu link, use esse exemplo Nome do seu blog
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo