07 setembro 2015

Relatos de uma Mãe de Primeira Viagem - Me sentindo meio machista

|| ||
O post do vida de mãe hoje é bem um desabafo, puramente pessoal e, de forma alguma, eu acredito que vocês devam pensar ou agir como eu. É só pra por pra fora mesmo.
Digo que fiquei machista no sentido de acreditar que meu lugar agora é dentro de casa cuidando do meu filho. Esse é um pensamento antiquado e machista, mas sinceramente não me imagino trabalhando fora. Posso trabalhar em casa, porém não consigo me imaginar longe do Miguel mais. Mesmo estando o dia todo com ele, sinto como se a fase de bebê dele estivesse me escapando pelos dedos. É algo que passa muito rápido e sei que morrerei de saudades disso tudo, até mesmo das dificuldades. Se tendo a oportunidade de passar todo o dia com ele e sinto como se perdesse muito, imagine só se o visse apenas a tarde, quando retornasse pra casa. Isso acontece com meu marido e eu fico com o coração na mão por ele não poder aproveitar tanto essa fase tão gostosa do filho dele. Claro que ele aproveita durante aos finais de semana, mas não é a mesma coisa. Ele não viu quando o Miguel começou a sentar sozinho e nem quando ele aprendeu a rolar.
É impossível assistirmos a todas as gracinhas e fases do desenvolvimento, mesmo assim não custa tentar. Cada dia é diferente, único e especial e jamais voltará, por isso não me sinto culpada de ficar em casa curtindo muito esse bebezão.
Eu tenho uma admiração enorme por mães que trabalham fora e ainda tem pique pra cuidar da casa e dos filhos. Olha... vocês são verdadeiras guerreiras.
Vocês acham que esse meu pensamento, essa vontade, é muito machista/antiquado? É algo meu, algo que sempre quis fazer que é me dedicar a minha família. Quero sim ter a minha própria fonte de renda, mas apenas o que eu puder fazer aqui de casa, juntinho com meu bebê moço.
Uma coisa que posso dizer com certeza é que você nunca deve se guiar pela maternagem alheia. Cada mãe é diferente, pensa e age diferente, assim como antes de se tornar mãe. Como disse, não acho que devem concordar comigo, mas pra mim o que conta com as crianças não são brinquedos e roupas caras. É o tempo dedicado exclusivamente a elas. Como disse em uma conversa ontem, ele não entende o significado das palavras "Eu te amo", mas ele entende o carinho que é dado a ele e tudo  o que fazemos para agradá-lo.
Um grande beijo, desculpem o desabafo e até a próxima.

4 comentários:

  1. Ficar em casa curtindo eles é realmente uma delicia.
    Mas olha, é bem como vc falou, vai de cada uma. Eu prefiro trabalhar fora, ver gente diferente.. Curti muito minha licença, mas voltar pro trabalho foi maravilhoso. Vez em quando bate aquela sensação de "perda". Não é a mesma coisa do que passar o dia com ela, mas é incrivel como ela me espera para mostrar o que prendeu.
    Os primeiros passos foram comigo, a primeira palavra e tudo de novo que ela aprende. Ela ja sabe a hora que chego do trabalho e ja fica me esperando.. uma delicia =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Admiro muito sua atitude e sua coragem. Acho que eu não consigo mais trabalhar fora, mas como meu foco é profissionalizar o blog e terminar meu livro, é até melhor. Enquanto isso, trabalho com confeitaria caseira ;) Na hora certa, eu vou saber quando, vou ir me desgrudando do filhote.

      Excluir
  2. Também fiquei assim Lary! não consigo me imaginar sem meu filho um segundo sequer! Mas na MINHA opinião isso não é saudável. A primeira vez que sai sem meu bebê eu quase pirei, cheguei a chorar no caminho, enfim, foram só duas horinhas e em um horário q eu sabia que ele não acordaria, mas ainda assim foi terrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Helo... Conforme eu for me sentindo mais confortável, vou ir tentando ficar um tempinho longe. Eu já consegui ir no médico sem ele. Deixei com o papai e fui. Voltei quase correndo, mas fui kkkk. Acho que pra nós, mães, é sempre muito difícil nos distanciarmos do baby.

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos as quartas e ao domingos.
♥ Para deixar seu link, use esse exemplo Nome do seu blog
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo