10 outubro 2013

Resenha #03 - O Diário de Bridget Jones

|| ||

Informações:

Título: O diário de Bridget Jones
Título original: Bridget Jones's Diary
Autora: Helen Fielding
Tradução: Beatriz Horta
Ano: 1996
Editora Record
Nota: ***** (5/5)
Status: Lido em Janeiro de 2013
Eu peguei ele na: Minha prateleira
Onde comprar?
Submarino | Saraiva | Submarino (edição de bolso) | Americanas

Na contra capa...

"Domingo, 8 de janeiro
58 Kg (bom a beça, mas e daí?), 2 unidades alcoólicas (excelente), 7 cigarros, 3.100 calorias (ruim)

14h. Ai, Deus, por que sou tão pouco atraente? Não posso acreditar que me convenci que não faria nada o fim de semana inteiro para trabalhar quando na verdade estava em estado de alerta para o encontro-com-Daniel. Horrível, perdi dois dias olhando para o telefone como uma psicopata e comendo coisas. Por que ele não ligou? Por quê? O que há de errado comigo? Por que pediu meu telefone se não ia ligar e, se fosse, certamente não seria no fim de semana? Preciso me centrar. Vou pedir a Jude um bom livro de auto-ajuda, de preferência baseado em alguma religião oriental."

"(Bridget Jones) é uma heroína inteligente, atrapalhada e terna que faz a crônica de suas desventuras românticas através de anotações hilariantes em seu diário." Newsweek

"Se eu fosse uma jovem urbana e solteira, terminaria este livro gritando: 'Bridget Jones, C'est moi'." Times Literary Supplement

"A história hilariante e caótica de um ano na vida de uma mulher de trinta e poucos anos." Vogue

"Uma brilhante criação cômica. Até oh homens vão rir." Salman Rushdie

Nas abas...

Desde as primeiras linhas deste diário,você vai achar que já conhece Bridget Jones de algum lugar. Ela está na faixa dos 30 anos, é solteira, mora numa cidade grande, quer parar de fumar, acha que está marcando passo no emprego, tomou a firme resolução de fazer ginástica três vezes por semana e assumiu o compromisso de não chegar ao fim do ano sem aprender a programar o videocassete. Parece familiar? Então aqui vão outras características de Bridget. Desconfia dos livros de auto-ajuda, mas não resiste a dar uma olhadinha neles. É um desastre na cozinha, mas fantasia jantares inesquecíveis com o auxílio de livros de culinária. Banca a mulher independente, mas não passa uma noite sem sonhar com o príncipe encantado. Sofre com a ideia de não receber presente no Dia dos Namorados, mas, em seguida, se convence de que esta é só uma data comercial. Ainda se espanta com homens que desaparecem depois do quarto encontro porque a relação está ficando muito séria. Agora você tem certeza que a conhece, não é? O mundo está mesmo cheio de Bridgets. Por isso, este livro fez tanto sucesso na Inglaterra (onde foi escrito), nos Estados Unidos, na França e onde mais tenha sido lançado.
É impossível ler o diário de Bridget Jones e não identificá-la. Ou não se identificar com ela. Como toda sua geração, Bridget vive as agruras do pós - feminismo, convive com as neuroses da nova família, sobrevive na frieza das grandes metrópoles, mas, principalmente, enfrenta o dia - a - dia com um inabalável bom humor. Bridget é muito engraçada. Aproveite que ela escreveu um diário e divirta-se. Artur Xexéo

Sobre a autora...

Helen Fielding publica semanalmente em vários jornais uma das mais populares colunas de comportamento da imprensa britânica. Nascida em Yorkshire, atualmente vive em Londres, onde trabalhou para a BBC por muitos anos, produzindo documentários.

Opinião da Lary

É um livro envolvente, divertido, cativante. Você se pega muitas vezes imaginando a situação que o livro relata e se identificando com as trapalhadas de Bridget. É uma leitura divertida, com o toque certo de romance. Um dos meu livros favoritos.

Trecho que mais gostei: "17h30. Brrr. Em vez de ficar com Daniel ao sol quente à beira do lago, usando meu vestido longo e vaporoso, fiquei azul de friu num barco, enrolada em uma toalha do hotel." (pág. 166)

2 comentários:

  1. Eu já li esse livro e ao segundo da série: "Bridget Jones - No limite da razão".
    Infelizmente, na época, o machismo me fez dá-los de presente a uma amiga minha.
    Hoje, Ellen (autora do livro) lançou mais um da série! E eu tô doido pra comprar tanto os que tinha quando o que lançou, e estão super em conta no SUBMARINO (R$14,90 - R$19,90).
    Só não compro porque estou evitando o consumismo ultimamente e já estou cheio de livros comprados para ler..

    Gostei do seu Blog. Só senti falta da sua opinião como leitora.. rsrs!
    Tô seguindo e prometo voltar sempre, ok?
    Bjim =*

    gotadenanquim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Eu estou desejando os outros dois livros da série. Já pedi pra várias pessoas haha. Eu tendo dar minha opinião como leitora sem dar spoiler ai acaba ficando curtinho hehe.
      Vou tentar me manifestar mais ;)

      Obrigada pela visita
      Seja bem vindo e volte sempre
      Beijos

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Todos os comentários são respondidos e retribuídos as quartas e ao domingos.
♥ Para deixar seu link, use esse exemplo Nome do seu blog
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo